APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Antônio Machado de Barros

Antônio Machado de Barros

Fez carreira em Economia e é reconhecido principalmente por seu trabalho à frente de publicações da editora Abril, como a revista Exame. Entre os prêmios recebidos, conquistou dois Esso de Jornalismo Econômico. Assina a coluna diária Brasil S/A em vários jornais

Antônio Machado de Barros Filho, engenheiro não graduado e jornalista, iniciou sua carreira como repórter de Finanças na revista Veja em 1970. Ficou na revista até 1973 e, no ano seguinte, assumiu como repórter de Economia e editorialista do jornal O Estado de S.Paulo.
 
Em 1979 deixou o jornal para ser subeditor de Economia no Jornal da República, um projeto editorial de Mino Carta que teve vida breve: circulou em São Paulo entre agosto de 1979 e janeiro de 1980.
 
Assim, em 1980, Machado voltou para Veja como editor-assistente, subeditor e editor de Economia. Permaneceu na revista até 1988 e, depois disso, assumiu novas responsabilidades na editora Abril. No período entre 1988 e 1995, foi diretor das revistas Exame, Informática Exame, VIP, Melhores e Maiores, e  Brasil em Exame.
 
Entre 1993 e 1996, foi responsável pela operação do Brasil Online (BOL), portal de internet da Abril que, depois, se fundiu ao UOL. Além dessa nova atribuição, foi diretor das revistas Informática Exame, VIP e Home PC, entre 1995 e 1996.
 
Deixou a editora Abril em 1996 e tornou-se diretor de Projetos Internet e consultor de New Media na Rede Globo até 1997. Em seguida, foi sócio-diretor da Corp Design Editorial e Corporativo (de 1997 a 1999), consultor do Patrimônio Private Equity (de 1997 a 2000) e presidente e editor da Editora Camelot (de 1999 a 2000).
 
Em 2000, fundou o portal Cidade Biz, que fornece notícias em tempo real sobre Economia, Negócios, Marketing e Mídia.
 
Desde junho de 2001 é responsável pela coluna diária Brasil S/A, sobre Economia e Política, publicada em jornais como Correio Braziliense (DF) e Jornal do Commercio (RJ).
 
Conquistou vários prêmios, sendo dois Esso de Jornalismo Econômico: o primeiro, em 1977, com a matéria Finanças, 12 anos depois para O Estado de S.Paulo; o segundo, em 1985, em um trabalho de equipe, com a matéria Império em ruínas, para a revista Veja. Também é o detentor de dois Prêmios Abril de Jornalismo, ambos para Veja, sendo um individual em 1981 e um em equipe, em 1987; e de um Prêmio Profissional de Veículo, em 1994, concedido pelo jornal Meio&Mensagem.
 
Foi, também, um dos fundadores do Instituto Talento Brasil, entidade voltada para a discussão e formulação de políticas públicas para o desenvolvimento.


Última atualização: 10/2011
Fontes:
Arquivo MPress/Engel Paschoal;
Livro Jornalistas Brasileiros, Quem é Quem no Jornalismo de Economia (Mega Brasil Comunicação, 2005)
Livro Uma história escrita por vencedores. 50 anos do Prêmio Esso de Jornalismo (Memória Brasil, 2006)

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)