APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Antonio Milena

Antonio Milena

Fotógrafo, conquistou em sua carreira alguns dos mais importantes prêmios jornalísticos brasileiros – o Esso, o Vladimir Herzog e o Líbero Badaró. Começou no Jornal de Maringá, depois passou por Gazeta do Tatuapé, Shopping News, Veja, Agência Brasil, O Estado de S.Paulo e Brasil Econômico, até criar a agência Milenar Imagens

Antonio Milena, fotógrafo desde 1975, realiza coberturas fotográficas de assuntos ligados à Cultura, Esportes, Política, Economia, Cidades, Turismo, Moda e Ecologia.
 
Trabalhou em O Jornal de Maringá (PR), na Gazeta do Tatuapé (SP) e no Shopping News (SP) e foi fotógrafo contratado pela revista Veja (SP). Em 2003, assumiu o posto de diretor de Fotografia da Agência Brasil, da então Radiobrás, em Brasília (DF). Deixou a agência em março de 2005 e, de volta para São Paulo (SP), trabalhou como fotógrafo e editor de cadernos especiais no jornal O Estado de S.Paulo, onde permaneceu até 2009. Com o surgimento do jornal Brasil Econômico, foi convidado para assumir a editoria de Fotografia, onde formou e comandou a equipe de fotógrafos do jornal.
 
Mora em São Paulo, e é sócio proprietário da Milenar Imagem, agência a qual, desde 2011, passou a se dedicar com exclusividade e que abriu junto com Jonne Roriz e Paulo Vitale.
 
Já cobriu quatro Jogos Olímpicos de Verão – Barcelona 1992, Atlanta 1996, Sydney 2000 e Londres 2012–, quatro campanhas políticas para Presidência da República e fez reportagens na Amazônia, no Nordeste e nas regiões de fronteira do País. Participou de coberturas internacionais importantes, como a primeira visita do papa João Paulo 2° à Cuba e os conflitos na Bósnia, além de realizar viagens profissionais a mais de 60 países.
 
Em 2011, quando O Estado de S.Paulo fez uma enquete com 101 fotojornalistas de todo o mundo sobre que única imagem levariam se fossem passar dez anos em Marte, selecionou a imagem chocante que lhe rendeu os prêmios Esso de Jornalismo, Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos e Libero Badaró em 1989. Utilizada na capa da revista Veja, a foto mostra, em meio a flores amarelas, as mãos cruzadas de um dos três trabalhadores mortos durante conflito em que operários tomaram a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda (RJ), durante protesto por condições melhores de trabalho e aumento salarial que acabou em tragédia. As mortes aconteceram, precisamente, dentro da Usina Presidente Vargas, após invasão do Exército para reprimir o movimento. Além dos mortos, cerca de uma centena de feridos completou o saldo final da greve.
 
Milena participou com outros 19 repórteres fotográficos brasileiros, da exposição Brazilian Photojournalists – from Bossa Nova to Global Powerno salão principal da sede da ONU, em Nova York (EUA), em 2013. Depois de NY, eles irão expor em Washington, Los Angeles, Seattle e Miami.
 
 
Atualizado em fevereiro/2013 – Portal dos Jornalistas
Fontes:
Jornalistas&Cia – Edição 884
 

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)