APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Armando Antenore

Armando Antenore

Repórter e escritor, ficou por quase onze anos na Abril. Entrou como editor da revista VIP e se transferiu para a revista Bravo!, onde exerceu as funções de editor-sênior e redator-chefe. Foi um dos coordenadores do Papel Jornal, projeto de incentivo à comunicação destinado a jovens no Jardim Ângela. Na Folha de S.Paulo, trabalhou por 12 anos fazendo matérias sobretudo nas áreas de cultura e comportamento. É autor de três livros infantis, entre eles, Rita Distraída.

Armando Luiz Antenore nasceu em 20 de agosto de 1966, em São Paulo (SP). Graduou-se em Jornalismo em 1991 pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP/SP). Fez pós-graduação na Academia Brasileira de Jornalismo Literário (SP), coordenada por Edvaldo Pereira Lima, professor aposentado da USP e um dos maiores especialistas em jornalismo literário na América Latina.

Começou a carreira jornalística na revista Saúde! (SP), na Editora Azul, em 1989, onde ocupou as funções de redator, repórter e editor. Saiu da Saúde! logo depois de se formar na ECA.

Em 1991, entrou no Grupo Folha, onde permaneceu até 2003, exercendo inúmeras funções. Começou como coordenador da Agência Folha, depois foi repórter da Ilustrada e de duas publicações: os antigos TV Folha e Revista da Folha. Também participou da equipe que produziu o Novo Manual da Redação. Por fim, virou repórter especial, fazendo matérias sobretudo nas áreas de cultura, comportamento e religião. Em julho de 1997, foi um dos ganhadores do Prêmio Folha de Jornalismo.

Quando deixou o Grupo Folha, passou uma temporada como editor da Revista da Jovem Pan.  

Entre 1999 e 2009, em paralelo à carreira na grande mídia, atuou como um dos coordenadores da organização não-governamental Associação de Incentivo às Comunicações Papel Jornal, que ajudou a implantar. A ONG promovia oficinas de texto, foto e design gráfico para jovens do Jardim Ângela, bairro da zona sul de São Paulo. Vários jornalistas participaram do projeto, entre eles, Marlene BergamoLaura CapriglioneHaroldo Ceravolo Sereza, Paulo Daniel Farah, Fernanda Mena Maria Nilda R. Santos, além da escritora Marilene Felinto. Alguns integrantes do grupo coordenam hoje o site Ponte. Entre os novos planos de Armando para 2015, está o de também colaborar com site.

Ficou por quase onze anos na Abril, entre fevereiro de 2004 e novembro de 2014. Entrou como editor da revista VIP e, em 2005, se transferiu para a revista Bravo!, onde exerceu as funções de editor-sênior e redator-chefe. Permaneceu ali até agosto de 2013, quando a publicação fechou.

Passou a atuar como repórter especial e a escrever basicamente para três revistas da Abril (ClaudiaPlayboy e VIP), além de manter o Blog das Perguntas no site da Superinteressante.

Deixou a Abril em novembro de 2014, mas segue como colunista da VIP. O último trabalho como repórter especial na editora foi a série Quatro Mulheres e um Pôr-do-Sol para a revista Claudia. Composta de cinco reportagens em texto e oito vídeos, a série retrata quatro gerações de mulheres, todas pertencentes a uma mesma família, que nasceu da união entre uma médica da elite paulistana e um hippie de Trancoso (BA).

Ao longo desses 11 anos, ganhou quatro prêmios Abril (2007, 2008, 2011 e 2012) e foi finalista do Prêmio Esso de Jornalismo na categoria “criação gráfica – revista” (2012). Também ministrou palestras, oficinas de texto ou aulas como professor convidado no Curso Abril de Jornalismo, na ECA-USP, na PUC de São Paulo, no SESC, no SENAC, no Istituto Europeo di Design, na Universidade Federal de Santa Catarina, na Universidade Mackenzie, na Bibliaspa (Biblioteca/Centro de Pesquisa América do Sul – Países Árabes), no 4º Congresso Internacional CULT de Jornalismo Cultural, no 4º Seminário Internacional Rumos Jornalismo Cultural, na 13ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto e no b_arco - Centro Cultural Contemporâneo.

Possui textos nas seguintes publicações: Teatro da Vertigem – Trilogia Bíblica (Publifolha, 2002), coletânea de ensaios, críticas e reportagens de diversos autores sobre o grupo teatral paulista; e Em Branco e Preto – Artes Brasileiras na Folha (1990-2003) (Publifolha, 2004), organizado por Arthur Nestrovski, coletânea de ensaios, críticas e reportagens de diversos autores publicados na Folha de S.Paulo. É autor de três livros infantis em parceria com a ilustradora Rita Taraborelli, todos publicados pelas Edições SM, grupo espanhol que tem um braço no Brasil: Rita DistraídaSorri, Lia! e Júlia e Coió, este com vídeo de apresentação.

Além de manter a coluna na VIP, Armando Antenore está se dedicando também a editar livros de não-ficção como freelancer em São Paulo e a incrementar o Blog das Perguntas, que criou em julho de 2009 e se localiza tanto no portal da Superinteressante quanto no site que ele assina.

 

 

Atualizado em dezembro/2014 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://ponte.org/

http://www.bellaeditora.com.br/

http://www.armandoantenore.com.br/

http://super.abril.com.br/blogs/oblogdasperguntas/

http://www.armandoantenore.com.br

 

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)