APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Chico Sant'Anna

Chico Sant'Anna

Jornalista e documentarista, doutorado em Ciências da Informação e Comunicação, na França, foi editor do programa Diplomacia na TV Senado. Ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, assina várias obras, entre elas o livro Mídia das Fontes: um novo ator no cenário jornalístico brasileiro.

Francisco Cláudio Correa Meyer Sant'Anna nasceu no Rio de Janeiro (RJ), no dia 4 de outubro de 1957. Seus pais, o engenheiro civil Cláudio e a professora de idiomas Norma, foram pioneiros da primeira hora da nova capital do País, Brasília (DF), para onde se mudaram em 1958, levando junto o filho que nem completara um ano de vida.
 
É formado em Jornalismo e em Produção de Cinema, Rádio e TV, e concluiu mestrado em Comunicação, com pesquisa no campo de Imprensa e Integração Latino-Americana, na Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (FAC-UnB/DF). Em 2007, fez Doutorado em Ciências da Informação e Comunicação na Universidade de Rennes 1 (França), onde defendeu tese sobre Comunicação Pública/Legislativa. Por este trabalho, recebeu o prêmio Le Prix de Thèse du Sénat, conferido em 2008 pelo Parlamento da República da França. A tese virou livro naquele país e no Brasil e está disponível para compra no site do Senado Federal.
 
Atuou em importantes meios de comunicação do País, como o jornal Folha de São Paulo (SP), as tevês Globo (RJ) e SBT (SP), as revistas da Bloch Editores (Manchete, Fatos & Fotos e Geográfica Universal–RJ), e as rádios Manchete (DF) e Capital (DF). Atuou como jornalista e documentarista concursado da TV Senado (DF) durante 24 anos, sendo responsável pela direção e edição do programa Diplomacia, revista eletrônica de política internacional da emissora.
 
Na área da comunicação institucional e corporativa, chefiou a Comunicação Social da UnB e do Ministério da Saúde. Participou da criação do personagem das campanhas nacionais de vacinação Zé Gotinha, idealizado pelo artista plástico Darlan Rosa. Trabalhou ainda nas secretarias de Trabalho e de Saúde do Distrito Federal. Na última, foi responsável pelo material educativo para o Programa Saúde em Casa e implantou a TV Saúde, um canal voltado aos usuários dos serviços de Saúde do DF.
 
Aposentou-se em setembro de 2016, mas não largou o ofício: mantém a coluna Brasília, por Chico Sant'Anna no semanário Brasília Capital (DF), mesmo nome de um blog que edita desde junho de 2010 no portal WordPress, e o blog Chico Sant'Anna e a InfoCom, abrigado no portal Blogger desde março de 2009.
 
Como dirigente sindical presidiu o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal, de 1992 a 1995, e foi vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Também foi vice-presidente das federações Latino-Americana de Jornalistas (Felap) e Internacional dos Jornalistas (FIJ). Quando titular da FIJ, coordenou e realizou, em Brasília, a 1ª Conferência Latino-Americana de Mulheres Jornalistas, evento preparatório à Conferência Mundial das Mulheres, promovida pela Organização das Nações (ONU). Ainda no campo internacional, coordenou a Comissão dos Trabalhadores em Comunicação Social do Mercosul que reunia entidades representativas dos trabalhadores do setor da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.
 
Em 2010, disputou e não se elegeu para uma vaga ao Senado Federal pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de Brasília.
 
No campo acadêmico-científico, lecionou Jornalismo nos cursos de graduação do Centro de Ensino Unificado de Brasília (UniCeub), do Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb) e da UnB. Também atuou na pós-graduação da Faculdade Católica do Tocantins (Facto/TO), da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP/SC) e da Rede de Ensino JK (DF).
 
É autor ou coordenador das seguintes obras: Jornalismo de Brasília: Impressões e Vivência (SJPDF, 1993); Direito autoral: Taxas e compensações por reutilização eletrônica (SJPDF/FIJ, 2000); Mulher e Imprensa na América Latina/Mujer y Prensa en América Latina (SJPDF/Unesco, 2002), com Elizabeth Nardelli; Mídias das Fontes: o difusor do jornalismo corporativo (Casa das Musas, 2005); Média de Source: Un nouvel acteur sur la scène journalistique brésilienne (Éditions du Sénat de la Republique Française, 2008), e Mídia das Fontes: Um novo ator no cenário jornalístico brasileiro. Um olhar sobre a ação midiática do Senado Federal (Edições Técnicas do Senado Federal, 2009).
 
 
Atualizado em setembro de 2016
 
Fontes:

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)