APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Claudia Cataldi

Claudia Cataldi

Assina a coluna político-jurídica, INFORME do Jornal O Fluminense. Antes foi editora do Jornal dos Sports, apresentadora da Tv Band e repórter na Record e CNT. Escreve artigos para o Jornal O Dia, Baixada Fácil, Manchete OnLine e mantém colunas nas revistas Estação Notícia, Plurale do Terceiro Setor; jornais Diário de Petrópolis, Folha Popular. Está nas rádios Fluminense, Tupi e Manchete. É escritora e lançou em 2013 o infanto-juvenil bilíngue 'The Salad Family'. Vencedora de vários prêmios, foi eleita 'Imortal' em 2015, assumindo a cadeira de número 17 da Academia Fluminense de Letras.

Claudia Cataldi Padron Áureo assina Claudia Cataldi. Nasceu em 14 de março de 1971 no Rio de Janeiro e tem dupla cidadania, ítalo-brasileira.

Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais, formada pelo IUPERJ-Instituto Universitário de Pesquisas do Estado do Rio de Janeiro, é graduada em Jornalismo e Publicidade. Foi selecionada pela ONU em 2007 como bolsista para a pós-graduação em Desenvolvimento Sustentável na Universidade Hebraica de Jerusalém (HUJ, na sigla em inglês), na cidade de Rehovot-Israel. Possui o pós-MBA em Marketing pela Coppead-UFRJ. Pós graduou-se na EPPG-Escola de Políticas Públicas e Governo.

Residiu em Havana, Cuba, por dois anos, (1995-97) desenvolvendo projetos sociais.  Foi editora do Jornal dos Sports (2002), ainda em páginas rosa, onde assinava a coluna Toque Feminino sobre os bastidores do futebol brasileiro.

Trabalhou como repórter na Rede Record de Televisão(2003), assinando matérias relacionadas ao terceiro setor. Na Rede Bandeirantes de Televisão (2004), apresentou por dez anos o programa de entrevistas, ResponsaHabilidade - A gente faz o mundo melhor, que trazia ao público as melhores práticas de comércio justo, consumo consciente, energia limpa, troca de crédito de carbono, tecnologia social e sustentabilidade.

Na Rede CNT de Televisão participa do programa político Deles & Delas, como uma das apresentadoras. No mesmo canal é debatedora no programa de entrevistas, Jogo do Poder.

Como radialista, Claudia apresenta programa que leva seu nome na Rádio Fluminense e nas Tupi e Manchete, participa como debatedora.

Começou a carreira de escritora ainda na infância. Aos seis anos escreveu o livro infantil O Sol que queria nascer de noite que revisou e publicou anos mais tarde, em 2013. O livro foi referendado pelo imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL), Arnaldo Niskier.

Colaborou com o livro Construindo o Futuro - Novas Gerações na Trilha da Responsabilidade Social.

Lançou na Bienal Internacional do Livro, em 2013, o livro infanto-juvenil bilíngue The Salad Family, referendado pelo também imortal da Academia Brasielira de Letras, Carlos Heitor Cony.

Escreve artigos para o Jornal O Dia, Baixada Fácil, Manchete OnLine e mantém colunas nas revistas Estação Notícia, Plurale do Terceiro Setor; jornais Diário de Petrópolis, Folha Popular. Assina a coluna política e jurídica diária, Informe do Jornal O Fluminense. Para a coluna foca em entrevista de representantes de órgãos nacionais tais como: ministérios, Câmara, Senado, prefeituras, TCE´s, TCU, TCM´s, MP´s, TRT, Assembleias Legislativas e autarquias.

A trajetória no jornalismo rendeu a Claudia Cataldi vários prêmios e reconhecimentos. Recebeu a Medalha Tiradentes do deputado estadual e ministro do ambiente, Carlos Minc, em 2010; o Prêmio Beija-Flor da ONG Riovoluntário em 2011; a medalha do Mérito Pedro Ernesto em 2012; o Prêmio Barbosa Lima Sobrinho de Jornalismo; o Diploma de Mulher Cidadã Leolinda de Figueiredo Daltro em 2013; o Diploma Cristo Redentor da deputada estadual Myrian Rios em 2014, na Alerj; assim como a maior comenda jornalística da Câmara de Vereadores de Niterói, a Medalha José Cândido de Carvalho.

É conselheira de Meio Ambiente e de Turismo da Associação Comercial do Rio de Janeiro e do Conselho de Gestão e Competitividade da Firjan-RJ. Apresentou o Réveillon 2015 de Niterói na praia de Icaraí, para um público de meio milhão de pessoas.

Na Tv Globo, fez participação especial na novela Alto Astral como Mônica, contracenando com Marcos (Thiago Lacerda) e Sueli (Débora Nascimento). No carnaval 2015 na Marquês de Sapucaí, foi convidada pela escola Acadêmicos do Cubango, a desfilar como Musa da Riqueza.

Em junho de 2015 foi eleita por unanimidade, a mais jovem Imortal do Brasil aos 44 anos, assumindo a cadeira de número 17 da Academia mais antiga do Estado do Rio de Janeiro, a Fluminense de Letras.

 

Atualizado em julho/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Informações conferidas pela jornalista.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Claudia_Cataldi

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)