APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Daniel Kondo

Daniel Kondo

Editor de Arte do Le Monde Diplomatique Brasil e ilustrador da ONG Instituto Pólis. Conquistou o prêmio de Melhor Ilustração Editorial do Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro 2009.

Daniel Kondo nasceu em Passo Fundo (RS), no dia 4 de abril de 1971. Formou-se em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (Ufpr), de Curitiba (PR), em 1993.
 
Já tinha atuado como diretor de Arte na agência de publicidade DPZ (SP) e trabalhado como ilustrador para o Estúdio 6B de Brasílio Matsumoto quando criou seu próprio ateliê, no ano 2000, o Kondo Studio. Começou então a produzir ilustrações para o Jornal da Tarde (SP), do Grupo Estado. Sua arte ilustrou, com o passar dos anos, páginas (impressas e online) de O Estado de S.Paulo e das revistas Capricho, Elle, Cláudia, Querida e Superinteressante, além de projetos gráficos de livros para as editoras Companhia das Letras, Siciliano, FTD, Cosac & Naify, Escrituras e Moderna.
 
Tornou-se membro da International Board Books for Young People (Ibby), organização que promove a integração de autores infanto-juvenis de todo o planeta, em 2002. Representou o Brasil, com livros das editoras Moderna e Melhoramentos, na Feira de Bolonha (Itália), o evento mais importante de ilustradores de livros do mundo.
 
Desde 2006 é editor de Arte do mensário Le Monde Diplomatique Brasil e ilustrador da ONG Instituto Pólis. É autor dos livros infantis Coletivos On The Table (Companhia das Letrinhas, 2013), Opostos On The Table (Companhia das Letrinhas, 2014), e Monstros do Cinema (Sesi/SP, 2016), este com Augusto Massi, além de ilustrador de dezenas de livros de outros autores, entre eles o jornalista Felipe Machado.
 
Foi por três vezes finalista do Prêmio Jabuti de Literatura: em 1997, na categoria Ilustração Infantil por Domingão Joia, com texto de Flavio de Souza; em 2009, na categoria Ilustração Juvenil, por Surfando na Marquise, com texto de Paulo Bloise, e, no mesmo ano, na categoria Ilustração Infantil, por Minhas Contas, com texto de Luís Antônio. Entre as distinções que alcançou estão o prêmio de Melhor Ilustração Editorial do Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro 2009, o troféu New Horizont 2010, da Feira de Bolonha, por Tchibum!, criado em parceria com Gustavo Borges, e o Prêmio João-de-Barro 2012 e o o selo White Ravens 2013 – concedidos anualmente pela Prefeitura de Belo Horizonte (MG) e pela International Youth Library, de Munique (Alemanha), respectivamente – por Psssssssssssssiu!, com texto de Silvana Tavano.
 
Também com Flavio de Souza, realizou o projeto Olha Só, para crianças com deficiência visual, que teve uma das maiores tiragens do mercado brasileiro (três milhões e meio de exemplares, distribuídos gratuitamente).
 
É canhoto. Mora em Punta Del Este, no Uruguai. 
 
Atualizado em dezembro de 2016
 
Fontes:

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)