APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Demitri Túlio

Demitri Túlio

Editor-executivo, colunista e repórter especial do jornal O Povo, de Fortaleza (CE), é um dos +Admirados Jornalistas nordestinos e brasileiros pelo Ranking J&Cia, ocupando sempre lugar de destaque na lista regional e nacional dos mais premiados.

Demitri Túlio Silva Araújo nasceu no dia 17 de novembro de 1966, em Fortaleza (CE). Graduou-se em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC/CE) em 1994. É formado pelo curso de Arte Dramática da Universidade Federal do Ceará (UFC/CE), em 1994, e pós-graduado em História da Cultura pelo Programa de Associação Ampla entre a Universidade Federal do Ceará, a Universidade Estadual do Ceará e a Faculdade Integrada do Ceará (UFC/Uece/FIC/CE).
 
Começou a escrever ainda pequeno, quando tentava colocar no papel as histórias contadas pelo avô. Sua primeira história, O Castelo da Bruxa, foi escrita aos 14 anos, mas ainda não foi publicada.
 
Desde que começou a carreira trabalha para o jornal O Povo (CE), onde é editor-executivo, cronista, responsável pela coluna Nas Antigas, fotógrafo e reporter especial. O primeiro prêmio de Jornalismo que ganhou foi o Esso de 2000, na categoria Regional Nordeste, com a reportagem Arquivo Secreto: Mortes na FAB, que recebeu junto com os colegas Dante Accioly e Cláudio Ribeiro. No mesmo ano, recebeu, por equipe, o Prêmio Excelência Jornalística SIP, da Sociedade Interamericana de Imprensa, pelo caderno especial Patativa do Assaré
 
Sucederam-se uma série de premiações, entre elas: o Prêmio Embratel 2002, na categoria Nordeste, pela matéria Arquivo Morto: Máfia das Execuções em Fortaleza, com Cláudio Ribeiro e Thiago Cafardo; o Prêmio Esso 2005, na categoria Regional Nordeste, pela matéria Assalto ao Banco Central, com Cláudio Ribeiro, Luiz Henrique Campos, Flávio Pinto e equipe; o Esso/Regional Nordeste 2006, pela reportagem Assassinatos na Aeronáutica, com Cláudio Ribeiro; o Esso de Informação Científica, Tecnológica e Ecológica 2007, pelo caderno especial Mares do Sertão, com Cláudio Ribeiro, Luiz Henrique Campos, Rafael Luis e Fátima Sudário; os BNB de Jornalismo em Desenvolvimento Regional 2007 e 2009, na categoria Mídia Impressa; o Prêmio Embratel 2010, na categoria Jornalismo Cultural, pela trilogia de reportagem Inquisição: No rastro dos amaldiçoados, junto com Cláudio Ribeiro, Luiz Henrique Campos e Ana Mary C. Cavalcante; o Prêmio Allianz Seguros 2010, pela mesma reportagem, e o Prêmio Jornalistas & Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade 2012, na categoria Mídia Nacional/Jornal, com Ana Mary C. Cavalcante, Cláudio Ribeiro, Émerson Maranhão, Érick Guimarães e Fátima Sudário, pela matéria Expedição Cocó: Mil dias na floresta.
 
É também ator e escritor. Escreveu os livros infantis Detestinha: o Bicho que Detesta Ler (2003), O Ovo Mudo (2011), O Ipê Amarelo e o Passarinho (2011) - todos publicados pela Edições Demócrito Rocha -, A Roupa da Zebra (2008) e Filha de Coelha, Girafa É (2012) - ambos pela editora Littere. É, ainda, autor de Das Antigas: Crônicas Escolhidas 1 (2007, Perfil Cidadão), e de Bode Noivo, Galinha Encantada (Littere, 2010), escrito com Sarah Monteiro. Alguns de seus títulos foram adaptados para o Teatro.
 
Foi apontado, em 2015, como um dos +Admirados Jornalistas nordestinos e brasileiros pelo Ranking J&Cia, ocupando sempre lugar de destaque na lista regional e nacional dos mais premiados.
 
 
Atualizado em novembro/2015 – Portal dos Jornalistas
 
Fontes:

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)