APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Eliane Trindade

Eliane Trindade

Assina coluna 'rede social' na Folha. É editora no jornal, site e plataformas, além do Prêmio Empreendedor Social. Foi repórter da coluna Mônica Bergamo, editora da Revista da Folha. Escreve sobre personagens que fazem parte da rotina das ruas da cidade. O tema já esteve retratado em seu livro ‘As meninas da esquina’, que deu origem ao filme ‘Sonhos roubados’, da cineasta Sandra Werneck.

Eliane Trindade é formada em Comunicação Social pela Universidade de Brasília/DF e pós-graduada em 1993, em Ciências Políticas na Universidade de Piza, na Itália.

Iniciou sua carreira em 1990. Trabalhou nas revistas Marie Claire, Época, IstoÉ Gente e IstoÉ. Foi editora da revista dominical da Folha de S. Paulo.

Em 2002 foi vencedora do prêmio Ayrton Senna de Jornalismo com a matéria O Que Eles vão ser Quando Crescer sobre alunos de uma escola pública de um dos bairros mais violentos da cidade, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Autora de As Meninas da Esquina - Diário de seis adolescentes que vivem no lado selvagem da vida (ed. Record/ 2005) sobre os sonhos, as dores, os desejos e as alegrias do cotidiano dessas meninas, narrados por elas próprias. São seis jovens entre 14 e 20 anos, moradoras de regiões periféricas, vidas que permitem refletir sobre uma grande parcela da população que vive à margem da sociedade e a influência do “meio” na vida dos jovens.

O livro com a difícil tarefa de retratar com delicadeza uma de nossas tragédias sociais deu origem ao filme Sonhos roubados, da cineasta Sandra Werneck, que estreou em 2009 nas principais capitais do país. O filme nacional conta a história de 3 meninas brasileiras de baixa renda.

O projeto Jornalista Amigo da Criança, iniciativa da ANDI Comunicação e Direitos que reconhece o trabalho de profissionais na cobertura de assuntos sociais relacionados aos direitos da criança e do adolescente, condecorou mais 20 jornalistas em maio de 2012, entre eles, destacou o nome de Eliane Trindade.

No final de fevereiro de 2014 quando o Portal e revista Imprensa divulgou a lista de vencedoras do Troféu Mulher Imprensa, décima edição, Eliane Trindade foi classificado em segundo lugar na categoria Repórter de jornal.

A jornalista passou a escrever às terças-feiras a coluna rede social no site da Folha, em março de 2014. O espaço retrata personagens nos extremos da pirâmide social brasileira, comportamentos amplificados pelas redes sociais. Em março de 2014 a coluna abordou o “Diário de uma quase sobrevivente da cracolândia: 'Perda total'”.

Segue como repórter e editora no jornal, site e plataformas, além de responsável pela edição do Prêmio Empreendedor Social. 

 

 

Atualizado em novembro/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Informações conferidas pela jornalista

https://twitter.com/elianetrindade

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/redesocial/

http://www.record.com.br/autor_sobre.asp?id_autor=4502

http://g1.globo.com/platb/maquinadeescrever/2010/04/18/diarios-da-inocencia-perdida/

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)