APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Evgeny Morozov

Evgeny Morozov

Colunista da Folha de S.Paulo, escreve sobre as incertezas da internet e o futuro das relações 'online' que se fundamentam 'na certeza' de que a internet 'seria' a solução para tudo. Seus textos também estão no site da Folha.com. Os artigos são publicados em jornais e revistas de todo o mundo: The Financial Times, The Economist e The Guardian (no Reino Unido), New York Times, Wall Street Journal (nos Estados Unidos); no Corriere della Serra, na Itália, entre outros.

Evgeny Morozov nasceu em 1984, em Soligorsk, uma cidade industrial da Bielorrússia. Frequentou a Universidade Americana na Bulgária e mais tarde viveu em Berlim antes de se mudar para os Estados Unidos. Em 2013 deu início ao pós-doutorado (Ph.D) em História da Ciência na Universidade Harvard, localizada em Cambridge, Massachusetts, Estados Unidos.

Morozov foi professor visitante na Universidade de Stanford, (Stanford University, abreviação de Leland Stanford Junior University), estado da Califórnia, Estados Unidos. Atuou como colaborador da New America Foundation (baseada em Washington, D.C./Estados Unidos, editor e blogueiro da revista Politica Externa, onde aborda o desdobramentos na sociedade do uso de redes sociais. Anteriormente foi colaborador da Yahoo!, pesquisador do Instituto Open Society (New York, NY,   fundada in 1993 pelo multibillionario George Soros),  diretor de novas mídias da ONG Transitions Online e colunista do jornal russo Akzia,  (Moscou/Rússia, considerado um dos jornais mais bem desenhados do mundo). 

Os escritos de Morozov foram e continuam a ser publicado em vários jornais e revistas de todo o mundo, entre eles: The Financial Times, The Economist e The Guardian (no Reino Unido), New York Times, Wall Street Journal (nos Estados Unidos); Corriere della Serra, na Itália e Folha de S.Paulo, no Brasil.

Em janeiro de 2011, Morozov publicou seu primeiro livro A Ilusão Net: The Dark Side of Internet Freedom ( ISBN 978-1586488741 ). Além de explorar o impacto da Internet sobre os Estados autoritários, o livro investiga as origens intelectuais do crescente entusiasmo sobre o potencial libertador da Internet e associa-o ao Triunfalismo (que define como atitude de absoluta ou excessiva confiança) que marcou o fim da Guerra Fria. Na obra ele chama a atenção para o que define como cyber-utopia, que tributa aos que não conseguem ver o lado “dark” da internet.

Em março de 2013, Morozov publicou um segundo livro To save everything click here: the folly of technological solutionism (numa tradução livre, Para salvar tudo clique aqui: a loucura do solucionismo tecnológico), com apenas 29 anos de idade, mostrou-se como um herege neste mundo da internet. Na obra ele traz a análise da ideologia da internet que “fornece uma visão, como se fosse religiosa (transformada em uma quase seita), de como os relacionamentos humanos serão transformados, a abundância material criado, e a transcendência atingida pela interação homem-máquina.”

Em novembro de 2011 Evgeny estreou uma coluna mensal na Folha.com, tendo como temas principais a privacidade, segurança e o futuro das relações pessoais e empresariais. Nas abordagens traz como pano de fundo o medo das vigilâncias onipresentes.

 

 

Atualizado em março/2014 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://epoca.globo.com/ideias/noticia/2013/07/religiao-da-binternetb.html

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/evgenymorozov/

www.akzia.ru

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)