APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Fábio Pannunzio

Fábio Pannunzio

Apresentador do Jornal da Noite, na TV Bandeirantes, e do Jornal da Gente, na rádio Bandeirante. Destacou-se por suas matérias de cunho investigativo. Passou também pela rádio Jovem Pan e pela Rede Globo. Venceu dois Prêmios Esso e é um dos 100 +Admirados Jornalistas Brasileiros.

Fábio Pannunzio nasceu em Uberlândia (MG), no dia 18 de junho de 1961. Formou-se em Comunicação Social/Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo (SP), em 1985.
 
Começou a trabalhar com Jornalismo na rádio Jovem Pan em 1981, mesmo ano em que entrou na faculdade. Em março de 1984 ingressou na Rede Globo como repórter, onde permaneceu por mais de 15 anos. Destacou-se em reportagens policiais e investigativas. Foi ele quem descobriu a rota de fuga do empresário Paulo César Farias (1945-1996) no Cone Sul e localizou o paradeiro da fraudadora da Previdência Social Jorgina de Freitas na Costa Rica. 
 
Foi para a Rede Bandeirantes em abril de 1992 como apresentador do Canal Livre e do Band Eleições. Tornou-se repórter especial da emissora em setembro do mesmo ano e âncora substituto do Jornal da Band a partir de abril do ano 2000. No mesmo ano visitou o acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), na selva colombiana. A experiência forneceu-lhe matéria-prima para o livro A Última Trincheira (Record, 2001).
 
Conquistou, com Sueli Marques, o Prêmio Abraciclo de Jornalismo 2011, na categoria Televisão, pela série especial A Vida em Duas Rodas. Venceu também o Prêmio Esso de Telejornalismo 2012, comandando a equipe integrada por Edvander Silva, Eliete Cavalcante de Albuquerque, Rosângela Marques Lara, Luiz Pessoa Júnior, Ubaldino Mota, Josenildo Tavares e José Antônio Martins de Palma Gonçalves Peres, pela série de reportagens Desaparecidos, sobre pessoas que procuram por parentes cujo paradeiro se ignora.
 
Passou a viver em Brasília (DF), de lá enviando comentários para a rede de rádio e televisão. Na época alimentava o Blog do Pannunzio, que decidiu descontinuar em setembro de 2012, em razão dos processos que recebeu motivados por críticas publicadas na internet. "A gota d'água - afirmou no post derradeiro - foi uma carta que recebi do escritório de advocacia que representa [o secretário de Estado da Segurança Pública de SP, Antônio] Ferreira Pinto num processo civil, que ainda não conheço, comunicando decisão liminar de uma juíza de primeiro grau que determinou a retirada do ar de um post cujo título é A indolência de Alckmin e o caos na segurança pública”.
 
Durante as manifestações populares de junho de 2013, que cobria em São Paulo, declarou ser um privilégio "comemorar o aniversário na Praça da Sé e na Avenida Paulista em meio a uma festa magnífica”. Mas como nem tudo são flores e felicitações, ouviu, durante as comemorações e o ato, xingamentos e ofensas contra a Imprensa, chegando a ter seu microfone arrancado das mãos por um participante.
 
Voltou às mídias digitais em 2013 após vencer o processo contra Ferreira Pinto. Passou a editar o blog Acta Diurna, no portal WordPress, focado na política e na crítica de qualquer forma de corrupção. Criou, com a blogueira e política Adriana Vandoni, do blog Prosa e Política, a Permuta de Censura, movimento de blogueiros censurados para permutar a publicação de matérias na Internet: aquilo que um não poder postar, o outro posta e vice-versa.
 
Conquistou outro Prêmio Esso de Telejornalismo em 2014, com Victor Sá, Anísio Barros, Denis Romani, Alziro Oliveira, Fernanda Chamlian, André Pereira, Fábio Nikolaus, Raphael Cadamuro e Diego Costa, pela série de reportagens O Avanço da Maconha, resultado de uma pesquisa realizada em três países, contendo esclarecimentos sobre os diversos usos da substância. Ficou no Top 100 dos +Admirados Jornalistas 2015, segundo apuração feita pelo J&Cia em parceria com a Maxpress.
 
Morando novamente em São Paulo, em abril de 2015 tornou-se integrante fixo do Jornal Gente, noticiário matinal veiculado pela rádio Bandeirantes. Quase foi baleado, em fevereiro de 2016, quando o táxi em que estava sofreu uma tentativa de assalto. O taxista reagiu e jogou o carro em cima dos assaltantes, que revidaram com um tiro. A bala atravessou o parabrisas e por muito pouco não atingiu o jornalista.
 
Estreou em outubro como apresentador do Jornal da Noite, da TV Bandeirantes.
 
É piloto privado de aviões desde dezembro de 2012, formado pelo Aeroclube de São Paulo.
 
 
Atualizado em outubro de 2016
 
Fontes:
Jornalistas&Cia - Edição 1028
Jornalistas&Cia - Sp804A

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)