APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Fábio Turci

Fábio Turci

Desde 2014 é correspondente da TV Globo em Nova York, integrando também a equipe da Globo Internacional. Antes trabalhou por mais de 10 anos na Globo de São Paulo, onde chegou em fevereiro de 2003 vindo da TV Vanguarda, em São José dos Campos. Na trajetória conquistou prêmios em coberturas de temas nacionais e internacionais.

Fábio Turci nasceu em Pindamonhangaba (SP), faz aniversário em 19 de fevereiro. Formou-se em jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP de Bauru (SP) em 1997 e fez MBA em economia e mercado de capitais pela Fundação Instituto Administração da Universidade de São Paulo – FIA/USP/SP.

Antes de decidir prestar vestibular para jornalismo chegou a cursar escola técnica em eletrônica, em Bauru.

No início da trajetória no jornalismo em 1998 trabalhou nos jornais locais: Jornal da Cidade e o antigo Diário de Bauru, que na época chamava-se Dia D. Ali por dois anos foi repórter na editoria de política.

Ainda na cidade em março de 2000 foi produtor na TV Modelo, atual TV TEM, afiliada da Rede Globo em Bauru. Poucos meses depois passou a apresentador da primeira edição do telejornal da emissora e acumulou também a função de editor.

Pouco mais de um depois migrou para a TV Vanguarda, em São José dos Campos e começou a fazer reportagens para o Jornal da Globo e Fantástico. Ficou na emissora de novembro de 2001 a 2003.

Ainda na emissora Fabio foi escalado para a cobertura do réveillon de 2002 no Litoral Norte em Caraguatatuba. De lá fez entradas ao vivo no SP TV cobrindo a chegada de turistas e a preparação para a festa da virada. Com o trabalho bem avaliado conquistou a redação de São Paulo e em fevereiro de 2003 começou fazendo reportagens locais para o Bom Dia São Paulo e SPTV 1ª Edição, até ser efetivado como repórter do Jornal Hoje no final de 2004.

Por mais de 10 anos na redação paulista da TV Globo participou de coberturas importantes Nesse período passaram pela trajetória de Fábio casos marcantes como a ‘Operação Anaconda’ que envolveu juízes e delegados federais e terminou com a prisão de 9 envolvidos.

O desabamento durante as obras da estação de metrô Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, que deixou sete vítimas e 230 desabrigados, em janeiro de 2007. Durante a cobertura fez mais de 30 entradas ao vivo para o Jornal Nacional e Jornal Hoje, e no fim de semana para o Fantástico, pois o desabamento aconteceu num sábado.

Em julho do mesmo ano o acidente com avião da TAM em Congonhas, foi assunto desde cedo, no dia seguinte ao acontecido, nos telejornais e programas da manhã.

No ano seguinte (2008) acompanhou a evolução do sequestro com desfecho de morte da garota Eloá de 15 anos, em Santo André, no ABC Paulista. A cobertura do caso foi finalista do Prêmio Emmy no ano seguinte.

Em eleições a teve a experiência de mediar debates entre os candidatos ao governo de Roraima em 2010 e para a prefeitura de Presidente Prudente em 2012.

Durante a visita do Papa Francisco ao Brasil, em julho de 2013 cobriu diretamente da Basílica de Nossa Senhora Aparecida (SP), a missa celebrada pelo pontífice. Posicionado dentro da igreja registrou a emoção e a fé da população.

Fábio foi autor de séries premiadas no Jornal Nacional, Jornal Hoje e Jornal da Globo. Destaque para As Três Suíças, exibida no Jornal Hoje em 2011, que apresentou em quatro reportagens características da parte francesa, alemã e italiana do país e recebeu o Prêmio da Comissão Europeia de Turismo.

Em junho de 2012 o Prêmio CNI de Jornalismo classificou em primeiro lugar na categoria Telejornalismo a reportagem Trabalho 2.0 veiculada pelo Jornal da Globo, que levou ao ar as mudanças no mercado de trabalho e no perfil dos profissionais com a chegada das redes sociais e outras inovações tecnológicas. A série envolveu a equipe formada por Fabio Turci, Cíntia Borsato, Rodrigo Cerutti, Clarissa Cavalcanti, Kacy Lin, Marcos Politi, Hélio Gonçalves, Fernando Ferro, Raphael Toth e Tatiana Cardoso.

Em 2014 a série Produtividade, exibida no Jornal Nacional, venceu o Prêmio CNI na categoria Telejornalismo, ao comparar as diferenças entre a produtividade no Brasil e nos Estados Unidos, realizada em conjunto entre a Globo São Paulo e a Globo Nova York.

Desde 2014 é correspondente da emissora em Nova York, integrando também a equipe da Globo Internacional.

Outra cobertura marcante na trajetória de Fábio Turci foram os atentados terroristas ao jornal "Charlie Hebdo" e a um supermercado judaico, na França, em janeiro de 2015. Dezessete pessoas morreram nesses ataques. Depois no mesmo ano no sábado,14 em novembro, a emissora mobilizou os correspondentes de diferentes postos, como Itália, Inglaterra, entre eles a equipe de Nova York, com Fábio, para a cobertura e repercussão dos ataques simultâneos, de novo em Paris, que vitimaram 130 pessoas.

Depois de um inverno atípico nos Estados Unidos com dias e noites quentes no natal e virada do ano, Fábio cobriu a neve que janeiro de 2016 despencou principalmente em Washington que registrou a segunda maior nevasca na capital americana desde 1922. Também em Nova York a nevasca maciça cobriu a cidade. A nevasca histórica americana fechou aeroportos, cancelou mais de 1500 voos e matou 33 pessoas.

 

 

Atualizado em Janeiro/2016 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/mundo/internacional/noticia/2016/01/25/washington-permanece-bloqueada-apos-nevasca-historica-que-matou-33-nos-eua-218498.php

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticia/estado-minas-ganha-categoria-principal-i-cni-jornalismo-i

https://twitter.com/fabio_turci

https://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%A1bio_Turci

Depoimento concedido ao Memória Globo por Fabio Turci em 04/08/2014

http://memoriaglobo.globo.com/mobile/perfis/talentos/fabio-turci/fabio-turci-trajetoria.htm

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)