APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Gilvandro Filho

Gilvandro Filho

Compositor e parceiro de diversos músicos da cena cultural pernambucana, é jornalista e ganhou três prêmios Esso pelo Jornal do Commercio (PE), onde ocupou vários cargos e é colunista político. Passou por O Globo, Jornal do Brasil e Veja.

Gilvandro Filho é jornalista e compositor e nasceu no Recife em 1955. Antes de dedicar-se ao jornalismo, iniciou a carreira se envolvendo com música nas décadas de 70 e 80, quando participou de festivais estudantis na capital pernambucana.

No jornalismo, passou pelo Jornal do Commércio, do Recife/PE, onde ocupou vários cargos, principalmente na editoria de política, e pelas sucursais regionais dos principais veículos de comunicação do País, como O Globo e Jornal do Brasil, em ambos como repórter, e Veja, como chefe de sucursal, além da TV Globo, onde foi comentarista político.

Pelo JC, ganhou 3 prêmios Esso de Jornalismo e atuou na criação do maior portal de Internet do Nordeste, o JC OnLine. Também trabalhou como assessor e coordenador de comunicação de campanhas políticas.

Em 1992, venceu o primeiro prêmio Esso de Jornalismo, pela série de reportagens SOS Pernambuco.

O segundo Esso de Jornalismo ocorreu em 1994, junto com Fernando Menezes, Samarone Lima, Nádia Ferreira, Vladimir Calheiros e Duda Guenes, pela matéria A Bomba dos Guararapes. No ano seguinte, 2005, junto com Paulo Sérgio Scarpa, Ronildo Maia Leite, Rosália Lima e Vladimir Calheiros, ganhou o terceiro Esso, pela matéria Pernambuco no Centro do Golpe.

Em 2005, criou a Verve Comunicação, no Recife, uma empresa voltada para consultoria em jornalismo, internet e produção cultural. Com a Verve, produziu o show que marcou a volta de Tavito e Zé Rodrix, juntos no mesmo palco, em dezembro de 2005, no Cuba do Capibaribe, na capital pernambucana.

Tem dois livros publicados: Onde Está Meu Filho?, sobre a história do desaparecido político pernambucano Fernando Santa Cruz, e Bodas de Frevo, sobre a trajetória artística do Quinteto Violado. Duas obras para as quais já existem projetos de reedição revista e ampliada.

Voltou a compor por acaso, em 2004, quando tornou-se parceiro de artistas como Alexandre Lemos, Sonekka, Apá Silvino, Tavito, Luhli, Felipe Cerquize, Iso Fischer, Adalberto Carvalho, Adriana Barreiros, Tato Fischer, Eduardo Franco, Mozar, Adryana BB, Tatiana Rocha, Ugo Castro Alves, entre outros.

Em 2012, assumiu interinamente a coluna política Pinga Fogo, substituindo Ana Lúcia Andrade.

 

Atualizado em setembro/2012 - Portal dos Jornalistas.

http://www.mpbnet.com.br/musicos/gilvandro.filho/index.html

http://clubecaiubi.ning.com

http://clubecaiubi.ning.com/profile/gilvandrofilho#ixzz26wPojqmx

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)