APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Helvídio Mattos

Helvídio Mattos

Muitas vezes premiado, trabalha na área de Esportes desde os anos 1970. Está na Espn Brasil desde 1996, onde é Coordenador de Especiais. Teve passagem marcante pela TV Cultura, com os programas Vitória e Grandes Momentos do Esporte

Helvídio Mattos iniciou a carreira nos anos 1970, sempre atuando na área de Esportes.
 
Começou pela mídia impressa e passou pela revista Duas Rodas, Jornal da Tarde e Diários Associados. Nos Diários, foi repórter e revisor do antigo Diário de S.Paulo e do Diário da Noite. Em 1978, estreou na TV Tupi, onde ficou alguns meses. Um ano depois, teve sua primeira passagem pela TV Cultura, na qual trabalhou até 1983. Em seguida, trabalhou em pequenas rádios do interior de São Paulo e no ano seguinte, voltou a São Paulo.
 
Por três meses conciliou uma dupla jornada de trabalho no Diário Popular e na Rede Manchete. Abriu mão do primeiro e ficou com a televisão até 1988. Foi editor do Globo Esporte na TV Globo durante quatro meses, retornando à TV Cultura, onde trabalhou entre 1992 e 1996 como repórter dos programas Vitória e Grandes Momentos do Esporte. Esse último resgatava a história esportiva por meio de edições muito bem elaboradas e tornou-se um marco da programação esportiva na televisão brasileira.
 
Foi o primeiro jornalista brasileiro a cobrir no local uma Copa Africana de Nações, no Senegal, em 1992. Já cobriu seis Copas do Mundo de Futebol, quatro Jogos Olímpicos e seis Copas Africanas de Nações.
 
Finalista do Prêmio Embratel de Imprensa 2003 com o especial Ulf, o filho sueco de Garrincha. Vencedor do Prêmio Embratel de Imprensa 2004 com a série Cem anos do futebol carioca. Vencedor do Prêmio APCA 2008, da Associação de Críticos de Arte do Estado de São Paulo, com o especial A Copa do Mundo é nossa. Com o mesmo especial, sobre a conquista do primeiro título brasileiro de Copa do Mundo na Suécia 1958, foi o vencedor do Prêmio Embratel de Imprensa 2009.
 
Uma passagem marcante de sua vida remete ao início de sua carreira, quando trabalhava para o Diário da Noite, como relatado no site Papo de Bola: “Em 1976, quando apurar notícias de lugares distantes era muito mais difícil que nos dias atuais, Helvídio ficou responsável por fechar uma página inteira do Diário da Noite sobre um grande desastre aéreo na Espanha, onde dois 747 se chocaram em solo, no aeroporto, e houve centenas de mortos. Elaborou a página a partir de intermináveis telex com notícias enviadas pelas agências internacionais e diagramação com réguas e lápis na lauda de papel”.
 
A TV Cultura descontinuou o programa Grandes Momentos do Esporte em 4 de outubro de 2003. Sobre isso, falou ao UOL Esporte: "Fiz uma matéria muito boa com a dupla Tonico e Tinoco, teve uma sensacional sobre uma excursão do Santa Cruz ao Amazonas. Também gosto muito de uma entrevista com o Pelé em que ele comentava suas participações em Copas do Mundo e de uma matéria com o Almir Pernambuquinho", disse.
 
Uma dessas histórias é a da aventura do Santa Cruz em uma excursão para o Amazonas na época da Segunda Guerra. "O Campeonato Pernambucano estava parado, e o Santa Cruz fez uma excursão ao Amazonas. Naquela época, a viagem era feita de navio, o que era muito perigoso por causa dos constantes ataques alemães na costa brasileira. Quando a equipe chegou em Manaus, o governo brasileiro interrompeu o tráfego de navios por causa dos ataques, e a delegação ficou presa no Amazonas. O tempo foi passando, o dinheiro começou a acabar, e eles tiveram que arrumar mais amistosos para conseguir sobreviver em Manaus. Para piorar, vários jogadores pegaram tifo, e dois deles acabaram morrendo. Quatro meses depois, eles conseguiram pegar um trem em Teresina para voltar ao Recife, onde foram recebidos como heróis."
 
Agora na Espn Brasil, diz acreditar que o fim do programa deixará um "buraco" na cobertura esportiva da TV brasileira. "Fica um sentimento de vazio. O que a TV Cultura fez com o Grandes Momentos, essa proposta de resgate da memória esportiva, nenhuma TV faz", comentou. Prossegue a carreira comandando as reportagens do programa O Brasil da Copa do Mundo da Fifa 2014, mostrando histórias, curiosidades e a cultura local de cada uma das cidades-sede do evento.
 
Última atualização: 02/2012 - Portal dos Jornalistas
Fontes:
 

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)