APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Humberto Tziolas

Humberto Tziolas

Reconhecido como o homem por trás das manchetes do jornal Meia Hora, ganhador de um Prêmio Esso de Primeira Página. Foi editor do tabloide de setembro de 2005 a janeiro de 2017.

Humberto Tziolas Jansen Machado nasceu em 1974 e foi criado nos bairros de Copacabana e Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ). É jornalista formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF), de Niterói (RJ), em 1996.
 
Foi subeditor de Polícia do jornal O Dia (RJ), onde também atuou como repórter. Trabalhou ainda no portal Globo.com e no jornal O Fluminense (RJ), antes de voltar para o Grupo Ejesa. Foi editor-chefe do jornal Meia Hora (RJ) desde sua fundação, em setembro de 2005. Passou no mesmo cargo para o Marca Brasil (RJ), do mesmo grupo, nas versões impressas e online. Em dezembro de 2012, após a extinção da edição impressa do jornal, continuou como editor chefe da versão , acumulando a função com o posto de editor chefe do jornal MH.
 
Tornou-se conhecido como o homem por trás das manchetes do Meia Hora pelas sacadas consideradas fantásticas ou desrespeitosas, causando espanto e provocando diferentes reações dos leitores, rendendo centenas de comentários nas redes sociais. São de sua equipe: Depois da briga e da separação... Luana (Piovani) não tem mais [foto de Dado Dolabella] em casa, sobre o fim do namoro dos atores; Virou purpurina, sobre a morte do Clodovil Hernandes (1937–2009); e Nasceu negro, ficou branco e vai virar cinza, sobre a morte do cantor Michael Jackson (1958–2009).
 
Participou, como entrevistado, do documentário Meia Hora e as Manchetes que Viram Manchete, dirigido por Angelo Defanti, lançado durante o Festival de Cinema no Rio 2014. Viu a publicação ser escolhida pelo Prêmio Colunistas Propaganda Rio de Janeiro 2013, da Associação Brasileira dos Colunistas de Marketing e Propaganda (Abracomp), como O Veículo Impresso do Ano. Conquistou, com Joana Ribeiro, Giselle Sant'Anna, Eduardo Pierre, André Hippertt e Sidinei Nunes, o Prêmio Esso de Jornalismo 2014, na categoria Primeira Página, com Não vai ter capa, manchete do MH sobre a derrota da Seleção Brasileira para a Alemã durante a Copa do Mundo de Futebol Brasil 2014.
 
Passou para a Infoglobo em janeiro de 2017.
 
É irmão da jornalista Roberta Jansen e torcedor do Clube de Regatas do Flamengo e da Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Serrano.
 
 
Atualizado em fevereiro de 2017
 
Fontes:
J&Cia – Edição 875

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)