APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Isara Marques

Isara Marques

Presidente da Fundação Piratini gestora do das emissoras públicas de televisão e rádio do Estado do Rio Grande do Sul - TVE e FM Cultura no Rio Grande do Sul foi coordenadora de imprensa do Governo do Estado em três gestões e da Prefeitura de Porto Alegre. Chefiou também o setor de comunicação da Assembleia Legislativa e foi assessora de imprensa na Câmara dos Deputados. Exerceu a Coordenação de Jornalismo da TVE no governo de Pedro Simon.

Isara Marques é Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC/RS, atuou em redações de jornais de Porto Alegre e do interior do Estado.

Iniciou na profissão a quase 40 anos. Na época optou pelo jornalismo “em busca do sonho de viajar o mundo”, disse em uma entrevista ao Coletiva.net em janeiro de 2012.

Foi coordenadora de imprensa do Governo do Estado em três gestões e da Prefeitura de Porto Alegre. Chefiou também o setor de comunicação da Assembleia Legislativa e foi assessora de imprensa na Câmara dos Deputados. Exerceu a Coordenação de Jornalismo da TVE no governo de Pedro Simon.

Em janeiro de 2015 o governador José Ivo Sartori anunciou a indicação de Isara Marques para a presidência da Fundação Cultural Piratini, entidades gestora das emissoras públicas de televisão e rádio do Estado do Rio Grande do Sul - TVE e FM Cultura no Rio Grande do Sul.

A Fundação Piratini tem como missão promover comunicação democrática e que propicie o acesso à informação, educação e cultura, estimulando a reflexão crítica da realidade. A TVE é focada na região metropolitana. O canal é o segundo com maior presença nas demais regiões do Rio Grande do Sul. Conta com 40 retransmissores em funcionamento.

Um mês após a posse na presidência da Fundação Piratini e com um orçamento enxuto, Isara Marques falou que em suas metas de gestão serão marcadas pela interiorização da TVE, migração do sinal da emissora de TV do Estado para o formato digital. Para a rádio FM Cultura o objetivo é ampliar a divulgação.

Em março de 2016 Isara Marques surpreendeu ao vetar a transmissão do telejornal Repórter Brasil Tarde, produzido pela TV Brasil (que pertence à EBC). Em entrevista à Rádio Guaíba, explicou as razões do seu veto: “afirmou que a TV Brasil deixou de atuar como tevê pública para ser “uma tevê do governo”. E explicou que optou pelo telejornal Jornal da Cultura Primeira Edição, da TV Cultura, de São Paulo, “porque está dando Jornalismo, a TV Brasil não. Eu resolvi equilibrar, senão viraríamos ‘chapa branca’ do Governo Federal”

 

 

Atualizado em março/2016 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Jornalistas&Cia – Edição 1.034

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticia/tv-brasil-critica-tve-rs-por-retirar-telejornal-ar

http://www.radioguaiba.com.br/noticia/sartori-escolhe-jornalista-isara-marques-para-presidir-a-fundacao-piratini/

http://www.fcp.rs.gov.br/

http://www.tve.com.br/

https://twitter.com/isaramarques

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)