APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Jô Galazi

Jô Galazi

Dedicada à área de economia, jornalista premiada, passou Estadão, Gazeta Mercantil e na chefia de reportagem do Jornal do Commercio atuando sempre do Rio. Participou do livro “O Comércio no Brasil”, editado em 1995

Jovaci Lea Galazi, mais conhecida como Jô Galazi, nasceu em 11 de julho de 1951, em Afonso Cláudio, ES. Começou, mas não completou o curso de Comunicação na Universidade Federal Fluminense (UFF), abandonou no final do sétimo período, em 1976, para se dedicar à carreira que já havia começado antes de entrar para a faculdade.
 
Começou no Jornalismo em agosto de 1974 com estágio na Tribuna da Imprensa, no Rio de Janeiro e um mês depois já estava no Jornal dos Sports, ainda como estagiária. No final de 1974, embora ainda estagiária do Jornal dos Sports, acumulou o trabalho na Agência Globo, à noite. Foi contratada pela Agência e lá ficou até 1976. Saiu para ser colaboradora das revistas Brasileira do Café, Ademi, Construção Civil e Bolsa. Também fazia o jornal do Instituto Nacional de Cooperativas Habitacionais-Rio de Janeiro (Inocoop-Rio).
 
Em 1978, foi contratada pela revista Bolsa, como repórter. Saiu de lá onze anos depois, em 1989, já como editora. Ingressou no mesmo dia no Jornal do Commercio, no qual ficou até 1990, quando foi para a sucursal carioca de O Estado de S.Paulo onde foi repórter e coordenadora de Economia. Lá participou do processo de instalação e consolidação do broadcast, serviço de notícias para o mercado, em tempo real, da Agência Estado. Experiência que considera o seu maior orgulho profissional.
 
Em abril de 1999, deixou a sucursal para trabalhar na assessoria de imprensa Insight. Em janeiro de 2000, foi para a sucursal da Gazeta Mercantil, da onde saiu em 45 dias (fevereiro de 2000), a convite da assessoria paulista Máquina da Notícia. Em julho de 2000, passou para a assessoria Abre de Página, sempre no Rio de Janeiro.
 
Em dezembro de 2000, assumiu como editora de produção e chefe de Reportagem do Jornal do Commercio, onde atualmente é editora-executiva. 
 
Ganhou dois ou três prêmios no tempo da Revista Bolsa, sobre os quais diz "Não me lembro das matérias, nem dos anos em que os recebi, nem de quem os conferiu”.
 
Escreveu a parte de história econômica do livro “O Comércio no Brasil Iluminando a Memória”, editado em 1995. 

 
 
 
Atualizado em julho/2012 - Portal dos Jornalistas
 
Fonte:
Extraído do livro Jornalistas Brasileiros - Quem é Quem no Jornalismo de Economia (Mega Brasil/Call Comunicações, 2005).

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)