APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

João Monteiro de Barros Filho

João Monteiro de Barros Filho

Fundador da Rede Vida é radialista, dirigente, escritor, comendador. Fundou 'O Diário de Barretos', da Organização Monteiro de Barros e do Inbrac. Também comanda as rádios Independente AM e FM, Barretos AM, Jovem Pan Barretos AM, Colina FM e a Band Barretos FM.

João Monteiro de Barros Filho nasceu em Barretos (SP), no dia 5 de novembro de 1938. Cursou a Escola Técnica de Comércio de Barretos, onde concluiu o Curso Técnico de Contabilidade em 1960.
 
Iniciou a carreira no Jornalismo em 1955 na PRJ8 Rádio Barretos, como comentarista esportivo. Recorda-se sempre do episódio: “como não tinha voz apropriada, passei a trabalhar como comentarista esportivo e vendedor comercial da emissora”.
 
Depois, com o lançamento da rede de emissoras Piratininga, foi convidado para ser gerente da rádio Piratininga AM, onde permaneceu por alguns anos na função. Na época, acumulou passagens como radialista, redator e repórter por outras rádios e jornais da região barretense, de Campinas e da capital paulista.
 
Em 1961, adquiriu e passou a comandar, juntamente com um grupo de amigos repórteres, a rádio Independente de 1010 AM de Barretos que se tornou o primeiro veículo da futura Organização Monteiro de Barros. A emissora passou a ser a única rádio jornalística da cidade e região. Duas décadas depois, a Independente AM foi além da programação local e passou a retransmitir parte da programação da rádio Bandeirantes de São Paulo, por meio do sistema Band Sat, e a proporcionar aos ouvintes da região as informações nacionais mais relevantes.
 
Em 1º abril de 1969 fundou O Diário de Barretos, com a seguinte frase de lançamento: "No dia da mentira, uma grande verdade". O jornal passou a ser administrado pela Organização Monteiro de Barros e, em pouco tempo, se tornou um dos principais veículos de comunicação da cidade e região.  No início de 2000, foi lançada a plataforma digital da publicação, O Diário Online.
 
Em 1985, a Organização Monteiro de Barros adquiriu outras emissoras de rádio: primeiro, a Barretos 1140 AM, que em 1997 passou a ser uma retransmissora da Jovem Pan AM, com intensa prestação de serviços; depois estreou a Colina 105,1 FM, que transmite música sertaneja; e, finalmente, a Band 95,3 FM, da Rede Band FM de São Paulo que trouxe à Barretos uma emissora moderna com música brasileira e internacional e a responsabilidade da cobertura local da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos.
 
Durante a década de 1990, Barros participou de uma concorrência pública com mais 20 competidores e conseguiu a outorga do canal 11 de televisão de São José do Rio Preto. O principal objetivo era o de se tornar a cabeça de rede da primeira emissora cristã do Brasil. A trajetória da emissora católica deu tão certo que, em 1992, fundou-se o Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã (Inbrac) para gerir a futura rede de emissoras, iniciativa que possibilitou o surgimento da atual RedeVida de Televisão, de amplitude nacional. O canal transmite uma programação exclusiva que inclui missas e celebrações católicas por todo o País, além de programas jornalísticos nas áreas de Cultura, Educação, Informação, Serviço, Esporte, Entretenimento e Programação Infantil.
 
Desde a década de 2000, o sinal da emissora passou a ser transmitido por meio das 445 retransmissoras afiliadas nos estados brasileiros e captado, via satélite, por aparelhos de tevê de todo o Brasil. Em dez anos, a RedeVida ocupa a quarta posição entre as maiores rede de televisão do Brasil.
 
Em 2007, a Organização Monteiro de Barros estreou a Independente 97,9 FM, rádio musical de MPB e sucessos internacionais.
 
Monteiro Filho recebeu as seguintes homenagens: o diploma de Emérito Reconhecimento e Gratidão pelos relevantes serviços prestados à Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Câncer de Barretos, em 1991; a Medalha e Diploma do Mérito Municipalista, outorgado pela Associação Paulista de Municípios, em 1994; o Diploma Cidadão Emérito de Barretos, entregue pela Câmara Municipal local, em 1965 e 1996; a Medalha e Diploma Tiradentes, na categoria Personalidade Ilustre, agraciada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (RJ), em 1998; a Medalha e Diploma Machado de Assis, concedida pela Academia Brasileira de Letras, em 1999; e a Medalha e Diploma Comenda João Santos Filho, da Câmara Municipal de Vitória (ES), em 1999.
 
A Rede Vida de Televisão que tem sede em São José do Rio Preto.entrou oficialmente no ar e em 20 de junho de 95 e comemorou em 2015, 20 anos de existência. 
 
Monteiro Filho é pai dos jornalistas e âncoras da RedeVida João Monteiro de Barros Neto e Luiz Antônio Monteiro de Barros.
 
Em 26 de setembro de 2013 o blog O diário online do Luiz Antônio Monteiro, diretor da Rede Vida de Televisão, resumiu a vida de João Monteiro, o criador da Rede Vida. Na ‘Galeria’ deste perfil colocamos um resumo do texto.
 
 
 
 
Atualizado em maio/2016  - Portal dos Jornalistas
Fontes:
http://www.redevida.com.br, acessado em agosto/2012
http://www.odiarioonline.com.br/radios, acessado em agosto/2012
http://donosdamidia.com.br/grupo/27913, acessado em agosto/2012
http://www.acibarretos.com.br/datas, acessado em agosto/2012
 

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)