APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

José Marques de Melo

José Marques de Melo

Primeiro Doutor em Jornalismo titulado por universidade brasileira, foi um dos fundadores da ECA-USP. Formou várias gerações de jornalistas e de pesquisadores acadêmicos, tendo dirigido mais de 60 dissertações de mestrado e 25 teses de doutorado no âmbito das Ciências da Comunicação. Entre prêmios e títulos, coleciona mais de 50 honrarias

José Marques de Melo nasceu em junho de 1943, em Palmeira dos Índios (AL). É jornalista, professor universitário, pesquisador científico e consultor acadêmico. Obteve os títulos de bacharel em Jornalismo (Universidade Católica de Pernambuco, 1964), bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais (Universidade Federal de Pernambuco, 1965) e pós-graduado em Ciências da Informação Coletiva (Centro Internacional de Estudos Superiores de Comunicação para a América Latina, Quito, Equador, 1966).

Começou a trabalhar como jornalista, em 1959, integrando as equipes dos jornais Gazeta de Alagoas (AL) e Jornal de Alagoas (AL), atuando depois no Jornal do Commércio (PE), Última Hora/Nordeste (PE), A Gazeta (SP), O São Paulo (SP) e na Revista de Cultura Vozes (RJ). Colaborou ainda como articulista dos jornais O Estado de S.Paulo (SP), Folha de S.Paulo (SP), Correio Braziliense (DF), Zero Hora (RS), Diário do Grande ABC (SP), Diário de Pernambuco (PE) e A Tarde (BA).

Iniciou a carreira acadêmica em 1966, no Recife (PE), como assistente do professor Luiz Beltrão, no Instituto de Ciências da Informação da Universidade Católica de Pernambuco, transferindo-se logo em seguida para São Paulo. Nessa ocasião, foi convidado por Octávio da Costa Eduardo para trabalhar como diretor de pesquisas do Instituto de Estudos Sociais e Econômicos (Inese), onde começou a ganhar reputação como pesquisador comunicacional. Fundou, em 1967, o Centro de Pesquisas da Comunicação Social da Faculdade de Jornalismo Cásper Líbero, então vinculada à Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

Docente-fundador da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP/SP), ali obteve os títulos de doutor em Ciências da Comunicação, livre-docente, professor-adjunto e professor catedrático de Jornalismo. Dirigiu o Departamento de Jornalismo e Editoração da entidade durante vários anos, atividade somente interrompida durante o regime militar, quando esteve impedido de exercer a docência em universidades públicas brasileiras. Anistiado em 1979, reassumiu sua cátedra na USP, exercendo-a em regime de dedicação exclusiva ao ensino e à pesquisa. Durante a gestão do reitor José Goldemberg, foi escolhido pela comunidade acadêmica e por ele nomeado em 1989 para exercer o cargo de diretor da ECA-USP, mandato cumprido até 1993, quando decidiu aposentar-se voluntariamente da instituição.

Primeiro Doutor em Jornalismo titulado por universidade brasileira (1973), foi agraciado com bolsa de pós-doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para realizar estudos avançados de Comunicação nos Estados Unidos, onde contou com o respaldo acadêmico do Mucia – consórcio universitário do meio-oeste americano, integrado pelas universidades de Wisconsin, Minesotta, Indiana, Illinois e Michigan –, durante o ano acadêmico de 1973-1974.

Posteriormente, recebeu bolsa de estudos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para desenvolver estudos sobre Comunicação na Universidade Complutense de Madri (Espanha), durante o ano letivo de 1988. Em 1992, foi nomeado catedrático Unesco de Comunicação da Universidade Autônoma de Barcelona (Espanha). Em 1996 foi agraciado com o título de tinker visiting professor do Instituto de Estudos Latino-Americanos da Universidade do Texas, em Austin (EUA).

A convite do reitor Carlos Vogt, em 1994, cofundou o Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), aonde colabora como pesquisador sênior, vinculado ao Projeto de Estudos de Jornalismo Científico, apoiado pelo Pronex-CNPq.

Dirigiu a Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp/SP), no triênio 1997/2000, quando realizou ampla reforma pedagógica, sintonizada com as novas diretrizes curriculares do Ministério da Educação. Na mesma entidade, já atuara durante o período em que esteve afastado de sua funções docentes na USP, oportunidade em que exerceu o cargo de coordenador do Centro de Pós-Graduação, nomeado pelo então reitor B. P. Bittencourt.

Atuou como pesquisador/professor visitante em várias universidades estrangeiras e proferiu conferências em importantes centros na Europa, Oceania e América. No Brasil, colaborou como professor-visitante ou ministrou aulas magnas em dezenas de universidades por todo o país. Exerceu ainda os cargos de presidente da Comissão de Especialistas em Comunicação Social do Ministério da Educação (DF, 1986/1989), e membro do Comitê Assessor da área de Comunicação e do Conselho Deliberativo do CNPq (DF, 1985/1992).

Atualmente é docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social na ECA-USP e na Umesp, sendo titular da Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional. Atua ainda como consultor científico da Fundação Capes-MEC (DF) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e é conselheiro da Fundação Professor Edevaldo Alves da Silva de Amparo à Educação (SP).

Diretor-responsável da Revista Brasileira de Ciências da Comunicação e colunista das revistas Imprensa (SP) e Etcétera (México), é também o idealizador da Rede Alfredo de Carvalho para o Resgate da Memória e a Construção da História da Imprensa no Brasil. Atua ainda como inspirador intelectual de três redes internacionais – Colóquios Internacionais de Estudos sobre a Escola Latino-Americana de Comunicação (Celacom), Federação Lusófona de Ciências da Comunicação (Lusocom) e Comunicação para América Latina (Mercomsul) – e de três redes nacionais – Colóquio Internacional de Comunicação para o Desenvolvimento Regional (Regiocom), Rede de Estudo e Pesquisa em Folkcomunicação (Folkcom) e Comunidade de Saúde, Desenvolvimento e Educação (Comsaúde).

Foi agraciado com as seguintes distinções honoríficas: Prêmio Wayne Danielson de Ciências da Comunicação, da Universidade do Texas (Austin, EUA); Medalha Rui Barbosa, do Ministério da Cultura (Rio de Janeiro); Professor Honoris da Universidade Católica de Santos (São Paulo); Presidente de Honra da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, e Professor Emérito da ECA-USP.

A Umesp deu o nome de "José Marques de Melo" ao Acervo do Pensamento Comunicacional Latino-Americano, inaugurado em 1999, pela Cátedra de Comunicação ali mantida em convênio com a Unesco. Homenageado pela Universidade Católica de Pernambuco, durante as comemorações dos 50 anos daquela instituição, teve sua biografia intelectual registrada no livro Grandes Nomes da Comunicação - José Marques de Melo, organizado por Maria Cristina Gobbi (Recife, Unicap, 2001, 341 p.).

Recebeu a outorga do título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Paraíba – Panegírico – Prof. Dr. Wellington Pereira, em 2005. Por sua contribuição para os estudo

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)