APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Kitty Paranaguá

Kitty Paranaguá

Fotojornalista desde 1979, ampliou seu campo de trabalho para os campos da Arte, da Arquitetura, da Publicidade e do Marketing. É reconhecida internacionalmente pelo seu ensaio Copacabana, que recebeu Menção Honrosa no PoY 2013. É uma dos coordenadores do Ateliê Oriente no Rio de Janeiro.

Kitty Paranaguá nasceu em Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ). É formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PucRio) e pós-graduada em Fotografia: Imagem, Memória e Comunicação pela Universidade Cândido Mendes (Ucam/RJ).
 
Desde o início da carreira, em 1979, no Jornal do Brasil (RJ), optou pelo Fotojornalismo. Ficou quatro anos no JB e depois passou a atuar como freelancer, fotogragando também Arquitetura e Interiores. Trabalhou para a Casa Cor, para as revistas Espaço D e Kaza, para os arquitetos Chicô Gouvêa, Maurício Nóbrega, Paola Ribeiro, Márcia Muller, entre outros, e para publicidade e marketing. Com o ensaio Copacabana, recebeu Menção Honrosa no Festival Pictures Of the Year Latinoamérica 2013, em San Diego (USA). O ensaio já rendera um livro, Copacabana (Bárleu, 2011), com textos do jornalista e crítico Joaquim Ferreira dos Santos e ilustrações de Felipe Braga.
 
Participou da fundação do espaço cultural Ateliê Oriente, que surgiu em 2010 como um ateliê e hub de fotografia, e se transformou, em 2016, também em escola e galeria. Coordena o ateliê ao lado de Ana Dalloz, Marco Antonio Portela, Paulo Marcos, Thiago Barros, Greice Rosa, Ana Luiza Prudente e Mônica Angeleas.
 
Tem fotos publicadas nos livros: Fotografia no Brasil: Um olhar das origens ao contemporâneo (Funarte, 2004), organizado por Angela Magalhães e Nadja Peregrino; Bossa Nova Carioca: 15 anos de Casa Cor Rio de Janeiro (Senac, 2005); Instantâneo: O tempo infinito da fotografia (CCBB/RJ, 2007), publicação da mesa redonda no FotoRio 2007, com Jean-Luc Monterosso, Milton Guran, Ligia Segalla e Maurício Lissowsky; O Torcedor (7Letras, 2008), com Alaor Filho, Egberto Nogueira, Evandro Teixeira, Mirian Fichtner, Rogério Reis e Walter Firmo, com textos de Carola Saavedra e Luís Fernando Verissimo; Saara: Rio de Janeiro (Francisco Alves, 2009); Vai e Vem (Binóculo, 2010), e Rio Mar Lisboa Rio (Barléu, 2015).
 
Teve trabalhos colocados em diversas exposições, entre elas as individuais: na Galeria Coletânea, no Rio de Janeiro, em 1988; no Solar do Barão, Museu da Fotografia de Curitiba (PR), em 1998; na Galeria da Universidade de Barra Mansa (RJ), em 1999; Foto Arte, no foyer da sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro de Brasília (DF), em 2005; FotoRio/Copacabana, Céu Aberto, no Centro Cultural da Justiça Federal no Rio de Janeiro, em 2007; na Galeria do Casa Cor Rio de Janeiro, em 2008; FotoRio/Templo Aberto, no Centro Cultural dos Correios no Rio de Janeiro, em 2009; FotoRio/Pequenas Infâmias, no Centro Cultural da Justiça Federal no Rio de Janeiro, em 2013, e Copacabana, na Galeria Zoom, em Paraty (RJ), também em 2013. 
 
 
Atualizado em novembro de 2016
 
Fontes:

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)