APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Luis Augusto

Luis Augusto

Trabalhou em diversos estados brasileiros, coordenando equipes de Jornalismo de afiliadas da Globo. É editor regional de Jornalismo da Rede Amazônica de Rádio e Televisão e escreveu dois livros, um sobre a navegação nos rios e outro sobre o Telejornalismo na Amazônia

Luis Augusto Pires Batista é jornalista, natural de Presidente Prudente (SP), onde nasceu em 14 de setembro de 1962. Ingressou em 1981 no curso de Comunicação Social da Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo (SP), concluindo o bacharelado no ano de 1983. Entre 1982 e 84, cursou, mas não concluiu, Sociologia na Universidade de São Paulo (USP) e, em 1996, fez Educação Física pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Presidente Prudente (SP).

Iniciou a carreira atuando como estagiário no jornal A Gazeta Esportiva (SP), no ano de 1983, vindo a ser correspondente nos três anos seguintes em Presidente Prudente. Em outubro de 1984, ingressou no jornal Correio da Sorocabana, também na cidade, atuando como repórter, fotógrafo e editor esportivo, responsável por duas páginas diárias de Esporte. Deixou a redação do Correio da Sorocabana em agosto de 1985, já como editor responsável, para ingressar no jornal O Imparcial, da mesma cidade, como repórter e colunista esportivo até 1990.

Começou na televisão em maio de 1987, atuando como produtor na sucursal de Presidente Prudente da TV Globo Oeste Paulista, emissora sediada em Bauru (SP). Em 1990, assumiu a chefia de Reportagem, até se transferir em 1994 para a TV Fronteira Paulista, também afiliada à Globo, onde ajudou na implantação histórica do primeiro sistema digital no Brasil, que começou a operar em outubro de 1997, trabalhando como chefe de Redação. Em março de 1998 chegou a gerente regional do Jornalismo e modificou o formato do telejornal Fronteira Noticias, ampliando a primeira edição de 20 para 45 minutos diários.

Em junho de 1999, a convite da TV Bahia, participou do projeto Brasil 500, da Rede Globo, como chefe de Reportagem, onde mais tarde foi promovido a coordenador de produção. Entre julho de 2001 e fevereiro de 2002, respondeu pela chefia de Redação, coordenando o projeto de Carnaval da emissora. Também trabalhou no núcleo de rede, atuando ainda como coordenador da parte da Bahia do projeto Nordeste Integrado, que une as emissoras afiliadas à Rede Globo.

Em maio de 2004 assumiu a editoria regional das tevês Cabo Branco, em João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB). Nesta nova função implantou um núcleo de rede com produtores, editores e repórteres para atender aos telejornais da Rede Globo. Além disso, modificou o formato dos principais telejornais das emissoras com a criação de novos quadros, cenários e vinhetas.

Desde dezembro de 2005, trabalha na editoria regional de Jornalismo da Rede Amazônica de Rádio e Televisão, com o compromisso de ampliar a integração entre as cinco emissoras afiliadas: TV Amazonas, TV Rondônia, TV Acre, TV Roraima, TV Amapá, a sucursal de Brasília e as mini-geradoras do interior da Amazônia.

Escreveu o livro Afluentes – 3.000 Km de Expedições a Remo (Do Autor, 2007), um documentário baseado em relatos de uma série de 25 viagens feitas por um grupo ecológico de amigos (o River), que a partir de 1993, percorreu a remo 11 rios da bacia do rio Paraná, entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Lançou, também, Telejornalismo na Amazônia A internet como instrumento de integração regional (Valer, 2012), que mostra as dificuldades logísticas para a prática jornalística na região, como a dificuldade de comunicação e a carência de tecnologia para enfrentar as grandes distâncias.


Atualizado em agosto/2012 Portal dos Jornalistas.
Fontes:

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)