APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Luiz Egypto

Luiz Egypto

Mestre em História, é redator chefe do Observatório da Imprensa e editor associado do Museu da Pessoa. Na trajetória passou por jornais como Folha de S.Paulo, Jornal do Brasil e O Estado de S.Paulo, revistas Ícaro e Imprensa e fez consultoria de projetos para a UNESCO. Foi professor em faculdades de jornalismo e escreveu, editou ou foi coautor em diversos livros.

Luiz Augusto Egypto de Cerqueira nasceu em São Paulo (SP) e é bacharel em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF, 1976). Concluiu mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP, 1983) e especialização em Jornalismo com Ênfase em Direção Editorial pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM/SP, 2012).

No início da trajetória na imprensa, Luiz foi repórter da revista Momento (Juiz de Fora, MG), colaborador do Caderno B e do suplemento Livros, do Jornal do Brasil. Em São Paulo, foi repórter e editor do jornal Versus e colaborador do jornal Leia Livros.

Na Folha de S.Paulo foi repórter stringer e atuou em reportagens especiais como editor de texto do semanário Folhetim do jornal.

Na década de 1980 foi editor do newsletter Administrador Profissional, repórter colaborador da revista Ícaro, redator-chefe da Taeta Produções, repórter colaborador da revista Goodyear e editor-executivo da revista Imprensa.

Manteve atividades acadêmicas por 27 anos. Foi professor do Curso de Jornalismo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979-2006) e também deu aulas nos cursos de Jornalismo da Universidade de Taubaté (UNITAU, 1987-1988) e das Faculdades Metropolitanas Unidas/Faculdades Integradas Alcântara Machado (FMU-FIAM, 1980).

Abriu os anos 90 como repórter especial de O Estado de S.Paulo e editor especial da revista Imprensa. A partir de 1993 acumulou diversas funções e cargos. Foi repórter especial da revista Unibanco, editor-contribuinte da revista Imprensa, além de editor-executivo da revista Comunicação Empresarial.

Entre 2004 e 2007 foi ombudsman do jornal Contraponto, do Curso de Jornalismo da PUC-SP. Em 2009 foi Consultor do projeto Indicadores de Qualidade Jornalística, para a UNESCO / Rede Nacional de Observatórios de Imprensa (Renoi). Editou o Jornal da Reconstrução em 2010, em São Luiz do Paraitinga (SP) e coordenou, em 2012, a produção e edição do projeto “Memória Luizense”, que resultou em um documentário e um acervo de histórias de vida.

Foi o responsável pela edição impressa do Observatório da Imprensa, que circulou entre 1997 e 2000, é redator chefe do site do Observatório desde 1999. Participa de projetos do Museu da Pessoa desde 1995, na qualidade de editor associado.

website Observatório da Imprensa foi lançado em abril de 1996, tendo Alberto Dines como seu editor. Está presente também em programas de rádio e TV. Seu foco é a análise crítica do desempenho da mídia e da atuação dos meios de comunicação em massa no país, sob o slogan "Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito". Em televisão o programa foi lançado em 5 de maio de 1998. É produzido semanalmente pela TV Brasil e exibido por emissoras públicas de todo o País. É apresentado por Dines a partir do Rio de Janeiro, com a participação de convidados em estúdios de outros estados, sempre ao vivo. Vai ao ar às terças-feiras às 20h. O programa de rádio diário é transmitido em emissoras públicas e educacionais. Os textos dos comentários e áudios dos programas ficam disponíveis no site do Observatório da Imprensa no formato de podcasts. Foi lançado em maio de 2005.

Museu da Pessoa existe desde 1991. Em 24 anos de atividades, o museu virtual registra, preserva e transforma em informação, histórias de vida de toda e qualquer pessoa da sociedade. O acervo conta atualmente com mais de 16 mil depoimentos em áudio, vídeo e texto e cerca de 72 mil fotos e documentos digitalizados. Foi fundado em São Paulo.

Luiz Egypto editou e participou de várias publicações. Sua bibliografia está no ‘Cadastro básico’ deste perfil. Sobre suas experiências profissionais no jornalismo alternativo e sua passagem como professor do Departamento de Jornalismo da PUC-SP, Luiz Egypto falou ao programa Entrevista Coletiva, da TV PUC, em 2013.

 

 

Atualizado em março/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

https://br.linkedin.com/pub/luiz-egypto/47/449/11

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/pages/oiequipe

http://tvbrasil.ebc.com.br/observatorio

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4742295A6

http://pt.wikipedia.org/wiki/Observat%C3%B3rio_da_Imprensa

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)