APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Manuel Dutra

Manuel Dutra

Detentor de três Prêmios Esso Região Norte é um dos mais conceituados profissionais da imprensa do Estado. Atua como repórter especial do jornal O Liberal de Belém.

Pesquisador tapajoara nascido em Boim no Pará, com mais de três décadas militância na imprensa Manuel José Sena Dutra possui graduação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP (1968/1962); especialização em Educação Ambiental (Núcleo de Meio Ambiente – Universidade Federal do Pará, UFPA,Numa/UFPA), 1993/94, mestrado em Planejamento do Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, pela Universidade Federal do Pará – UFPA (1995/97). Em 1999 – 2003 fez doutorado em Ciências Socioambientais pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos –NAEA da Universidade Federal do Pará, com disciplinas cursadas em programa interinstitucional com a Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia – Facom e estágio doutoral no Centro de Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, São Leopoldo, RS.

Em complementação a formação acadêmica Manoel Dutra fez de 1966 a 1974 outros sete cursos com disciplinas que evoluíram do tema Alfabetização de Adultos ao de Desenvolvimento de Comunidade, pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia.

Dutra começou a trabalhar na Fundação Educacional do Estado do Pará em 1967 como Professor auxiliar. No ano seguinte foi para a Bloch Editores como Estudante-estagiário. Mais um ano em 1971 ele já era repórter-estagiário na Agência Nacional. Ficou lá por dois anos e foi para a Rádio Emissora de Educação Rural Santarém em 1973 onde ficou por dez anos e em 1983 ocupava o cargo de Diretor-Gerente.

Para o Jornal O Estado de S.Paulo foi repórter-correspondente entre 1975/76; no Jornal O Liberal Delta Publicidade ficou por 17 anos como repórter especial, 1980/97. Nesse período ficou dois anos na Fundação do Bem Estar Social do Pará, 1985/87, como Técnico em Educação.

Foi repórter colaborador e freelancer da Televisão Liberal, de 1988 a 1990.

Dutra traz na trajetória acadêmica a docência em quatro universidades:

Começou na Universidade Federal da Bahia em 1999, na função de Aluno-estagiário que desempenhou até 2000. Na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil, em 2002 participou de seis seminários de Comunicação; outros seis de pesquisa, além dos seminários de tese. realizou pesquisa bibliográfica.

Na Universidade Federal do Oeste do Pará, UFOPA, desempenha várias funções, desde 2009. É Membro do Conselho Consultivo, desde então. A partir de 2011 passou a Secretário do Conselho Consultivo da Universidade Federal do Pará (UFPA). No mesmo ano assumiu a Coordenador do Curso de Especialização, com atribuições de Professor doutor lotado no Instituto de letras e Comunicação da UFPA, cedido para coordenar o Curso de especialização em Jornalismo Científico, em períodos não letivos, desde julho de 2011 a fevereiro de 2013, uma parceria da UFPA com a UFOPA.

Na Universidade Federal do Pará, UFPA, tornou-se desde, agosto de 95, mestre de Especialização, ministrando as disciplinas de Comunicação e Educação Ambiental. Passou a Professor Adjunto de dedicação exclusiva desde 2009 e em 2012 a ministrar, em nível de graduação, os cursos de Redação Jornalística, Radiojornalismo e Estudo de Temas Amazônicos.

É autor, entre outros, dos livros O Pará dividido: discurso e construção do estado do Tapajós e A natureza da mídia: os discursos da TV sobre a Amazônia, a biodiversidade e os povos da floresta.

Pela atuação no jornalismo recebeu os seguintes prêmios e títulos: em 1988, Prêmio Esso de Jornalismo Região Norte, Esso Brasileira de Petróleo, com a matéria Poluição: tristeza e morte nos descaminhos do ouro, publicada pelo jornal O Liberal (Belém); 1989, Honra ao Mérito, Sociedade de Preservação dos Recursos Naturais e Culturais da Amazônia; dois prêmios em 1990,  o Prêmio Esso de Jornalismo Região Norte, Esso Brasileira de Petróleo com a reportagem Japoneses comprovam: mercúrio está matando índios e garimpeiros, pelo O Liberal (Belém) e o Honra ao Mérito, Câmara Municipal de Santarém (PA); mais um Esso em 1994, Prêmio Esso de Jornalismo Região Norte, Esso Brasileira de Petróleo, com a matéria Vida e água se misturam na várzea, também pelo jornal O Liberal de Belém; em 1999, venceu o Concurso Dissertações de Mestrado, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos / UFPA; 1996 Diploma Amigo do Rádio; em 2004 mais dois, Prêmio Intercom para teses de doutorado, Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), XXVII Congresso e Prêmio NAEA para Teses de Doutorado, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) da UFPA. Em 2011, recebeu a Comenda de reconhecimento como construtor de uma Santarém melhor, Prefeitura Municipal de Santarém.

A bagagem premiada de Manoel Dutra, lhe garantiu a classificação no Ranking dos Mais Premiados Jornalistas Brasileiros de Todos os Tempos e os mais vitoriosos em 2012, publicado em dezembro Jornalistas&Cia e cons

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)