APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Maria Lima

Maria Lima

Repórter de política do jornal O Globo na sucursal de Brasília. Recebeu o Troféu Imprensa em 2011 e foi uma das 5 finalistas em 2014 e 2016. Começou como revisora no jornal Diário da Manhã, em Goiânia (GO). Mais tarde foi para a TV Centro-América, sucursal da TV Globo em Mato Grosso (MT), passando pelo Correio Braziliense, onde cobriu a Assembleia Nacional Constituinte e a chamada "Nova República". Entrou para o jornal O Globo em 1989, em Brasília.

Maria Lima, jornalista formada, teve o primeiro contato com a redação como revisora no jornal Diário da Manhã, em Goiânia (GO). Mais tarde foi para a TV Centro-América, sucursal da TV Globo em Mato Grosso (MT), passando pelo Correio Braziliense, onde cobriu a Assembleia Nacional Constituinte e a chamada "Nova República".

Em 1989 Maria foi para O Globo, em Brasília, acompanhar a campanha do presidente Fernando Collor, seus dois anos de governo e o impeachment.

Da reportagem do Globo passou para a coordenação de Política da sucursal de Brasília função que manteve durante quatro anos. 

Recebeu o Troféu Imprensa, na edição da premiação em  2011, na categoria de Repórter de Jornal, pelo trabalho realizado no O Globo. Nas edições de 2014 e 2016 ficou entre as cinco finalistas do troféu. Sobre a classificações para o prêmio, disse: “As mulheres jornalistas têm mostrado grande capacidade de liderança, ocupando cada vez mais espaços de chefia e comando em todas as mídias”.

Em abril 2014 repórter Maria Lima voltou ao cargo de coordenadora de Política interinamente na sucursal de O Globo em Brasília por um mês, até que repórter especial Paulo Celso Pereira assumisse a função.

Maria falou de seu trabalho em algumas coberturas durante a campanha nas eleições de 2014. “Estou cobrindo Oposição, os presidenciáveis Eduardo Campos e Aécio Neves, e outros assuntos que renderam polêmica, como o número de creches que a presidente Dilma desmentiu, meta que foi anunciada por ela mesma”.

Para Maria Lima, um dos trabalhos que mais a marcou a carreira, foi publicado em 2013 foi a matéria Garçom vira dublê de senador para parlamentar não discursar sozinho, em que retrata o caso do funcionário que, a pedido do senador suplente João Costa (PPL-TO), virou dublê de legislador no plenário para que ele não discursasse no local vazio. A matéria “mostra o escracho que virou o Parlamento brasileiro", acrescenta a repórter.

Em março de 2016 a repórter Maria Lima assinou junto com os jornalistas Sérgio Roxo, Catarina Alencastro, Simone Iglesias e Cristiane Jungblut a reportagem Lula deve assumir mistério, mas exige mudanças na economia. Segundo a reportagem o ex-presidente "pode ocupar Casa Civil ou Secretaria do Governo". A matéria a cinco mãos analisa as repercussões do assunto em Brasília e nos demais estados. Foi publicada pelo jornal O Globo.

Maria segue como repórter de política e se destaca pelas coberturas sobre o governo do país.

 

 

Atualizado em março/2016 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://oglobo.globo.com/brasil/lula-deve-assumir-ministerio-mas-exige-mudanca-na-economia-18875428

https://twitter.com/maria_lima?lang=pt

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticia/diana-fernandes-deixa-sucursal-globo-em-brasilia

http://cafeveneno.blogspot.com.br/2011/02/viva-maria.html

http://www.portalimprensa.com.br/noticias/brasil/63305/maria+lima+fala+sobre+cobertura+politica+e+indicacao+ao+trofeu+mulher+imprensa

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)