APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Mauro Naves

Mauro Naves

Na cobertura do futebol nacional, internacional, Fórmula-1 e outros esportes desde o final dos anos 1980, Mauro Naves iniciou sua carreira na TV Globo de Brasília

Mauro César Vieira Naves nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 24 de junho de 1959, mas mudou-se com a família para Brasília (DF) em 1972, onde viveu por 17 anos. Antes de seguir a carreira de repórter, cursou Estatística na Universidade de Brasília (UnB) e trabalhou com aplicações no mercado financeiro. Também cursou Comunicação, mas não chegou a atuar imediatamente como jornalista.

Sua primeira experiência no Jornalismo só aconteceria em 1987, quando fazia parte de um time de futebol do Clube da Imprensa e foi convidado pelo goleiro da equipe, José Natal, então chefe de Reportagem da TV Globo de Brasília, para fazer um teste na emissora. Contratado como repórter da editoria Geral, fez algumas reportagens de Política, mas logo foi chamado para cobrir Esportes. Sua primeira matéria sobre o tema no Jornal Nacional foi a cobertura de um torneio de tênis. Dois anos depois, foi convocado para integrar a equipe de Esportes da redação em São Paulo (SP).

Desde 1989, acompanha os times paulistas no campeonato brasileiro e estadual. Esteve presente em todas as finais do Campeonato Brasileiro desde então, com exceção de 1992, quando a final foi disputada entre clubes cariocas. Também participou da cobertura de várias edições do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula-1. Em 1994, fez a última entrevista com Ayrton Senna, ainda no Brasil, antes do acidente que matou o piloto no Autódromo de Ímola, na Itália. Com a equipe de São Paulo, participou da cobertura da morte do ídolo, acompanhando a comoção popular nas ruas da capital.

Deixou a televisão para se dedicar à vida de empresário de roupas, mas logo voltou atrás. Em 1993, aproveitou essa experiência para apresentar o programa Pequenas Empresas, Grandes Negócios. Acabou voltando para a cobertura de eventos esportivos, substituindo Isabela Scalabrini Matte que queria deixar a editoria.

Acompanhou competições como as Eliminatórias da Copa, a Taça Libertadores da América, a Copa América, a Copa das Confederações e o Mundial Interclubes. Desde meados da década de 1990, faz a cobertura dos jogos da seleção brasileira ao lado do repórter Tino Marcos e do locutor Galvão Bueno.

A cobertura das Olimpíadas de Atlanta 1996 foi o primeiro grande evento internacional que participou pela TV Globo. Desde então, integrou as equipes escaladas para cobrir a Copa do Mundo de Futebol da França 1998, a do Japão/Coreia do Sul 2002, a da Alemanha 2006 e a da África do Sul 2010. Outra cobertura marcante em sua carreira foi a da partida comemorativa entre Haiti e Brasil, realizada em Porto Príncipe, em 2004.

Em 2011, ganhou o Prêmio Ford-Aceesp como o Melhor Comentarista Esportivo de Televisão.


Atualizado em setembro de 2012
Fonte:

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)