APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Montezuma Cruz

Montezuma Cruz

Com a carreira construída cobrindo o desenvolvimento da região Amazônica e do Estado de Rondônia, editou e foi repórter de vários jornais impressos do Estado, além de correspondente de jornais do Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP.

Montezuma Cruz possui uma carreira ligada às questões do desenvolvimento da Amazônia e da Região Norte do País. Trabalhou em Rondônia entre 1976 e 1986, onde editou o jornal alternativo Barranco. Foi repórter e redator dos jornais A Tribuna (RO), O Guaporé (RO), O Imparcial (RO), O Parceleiro (RO) e O Estadão de Rondônia (RO).

Durante dez anos trabalhou para O Globo, Folha de S.Paulo e Jornal do Brasil em Cuiabá, Porto Velho e São Luís, como correspondente. Foi ainda repórter da sucursal da extinta Empresa Brasileira de Notícias (EBN) em Porto Velho. Trabalhou em órgãos de imprensa nos estados do Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Paraná e São Paulo. No Distrito Federal foi redator de cidades do Jornal de Brasília e editor da Agência Amazônia de Notícias.

Foi um dos editores do jornal Porantim (do Cimi), em Manaus, e em Brasília foi redator de Cidades no Jornal de Brasília. Também no DF, assessorou durante seis anos (1999-2004) o então senador Amir Lando, depois ministro da Previdência Social, e deputado federal. Como repórter especial  atuou no Correio do Estado, em Campo Grande (MS) e no portal Gente de Opinião foi editor de Amazônia .

Em outubro de 2013 segue como editor de Amazônia no portal Gente de Opinião (Porto Velho) e colaborador eventual do site CaféHistória, revista Momento (Porto Velho) e portal Sina (Cuiabá). O jornalista cobriu a transformação de Rondônia em unidade da federação, em 1981 e o nascimento do Mercosul, em 1991.

Montezuma Cruz deixou em setembro de 2013 a reportagem especial e a editoria de opinião do jornal Correio do Estado, de Campo Grande (MS), onde trabalhou desde fevereiro de 2011, e retornou a Brasília.

Dedica-se à conclusão do seu livro Do jeito que vi, lembrando aspectos das Redações do século passado e alguns fatos que cobriu em sua trajetória entre Presidente Prudente (SP) em meados dos anos 1970, depois Campo Grande (MS), Dourados (MS), Cuiabá (MT), Porto Velho (RO), Manaus (AM), São Luís (MA, Maringá (PR), Foz do Iguaçu (PR) e Brasília (DF).
 

 


Atualizado em outubro/2013 - Portal dos Jornalistas.

Fonte: http://www.gentedeopiniao.com.br/colunista.php?news=55, acessado em março/2012.

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)