APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Nelson Cadena

Nelson Cadena

Especializado em publicidade e propaganda, é uma referência nacional no estudo da história da propaganda brasileira. Articulista do setor publicitário nos jornais Correio da Bahia, Propaganda & Marketing, revista Propaganda e Portal Imprensa, além de diretor da agência ABC Mídia Comunicação Empresarial, Bahia. É autor do livro ‘História do Carnaval da Bahia – 130 Anos do Carnaval de Salvador’ entre vários outros.

Nelson Varón Cadena nasceu em Bogotá, Colômbia, em 1953, chegou ao Brasil em 1973 e radicou-se em Salvador, Bahia. É um estudioso da atividade publicitária brasileira.

Na época era hippie e ficou afastado dos meios de comunicação durante cinco anos. Em 1979, começou a atuar na imprensa brasileira como colaborador do jornal A Tarde, de Salvador.

Em 1980, A Tarde tornou-se funcionário do jornal, embora ele só tivesse regularizado sua situação clandestina no País em 1982. Na época passou a colunista do caderno de Negócios do Correio da Bahia, no qual assinava uma coluna de Propaganda e Mercado.

Assumiu ainda como colaborador regular da revista Pronews, de Pernambuco, da revista Propaganda e da newsletter Propaganda & Marketing, ambas de São Paulo, SP.

Passou a colaborar eventualmente para diversos veículos, escrevendo a respeito de temas como história do Brasil, história da Bahia e história da comunicação.

Em junho 2009, editou o Almanaque de Comunicação – Bahia 2009, anuário que o publicitário e jornalista começou a editar desde 2003. A publicação, divulgava a relação, por categoria, das empresas de comunicação da Bahia, veiculado também em mídias digitais (site e blog). Em 2009, Cadena destacou no seu Almanaque os 30 anos da Correio da Bahia e os 40 anos da Tribuna da Bahia e da TV Aratu. Daí o Almanaque possuir a simultânea função de ser referência e memória.

O almanaque foi transformado em blog, um completo portal da área, com história, notícias e farto material sobre propaganda e jornalismo. Incluiu ainda, a TV Almanaque, com comerciais históricos e a seção Texto e Traços, que inicia com uma homenagem a Neil Ferreira, um dos principais nomes da criação brasileira dos anos 70, 80 e início da década de 90.

Em julho de 2009, o jornalista, produtor editorial e professor universitário Luiz Guilherme escreveu sobre Cadena no blog Sentinelas da Liberdade: “A lembrança mais remota que guardo de Nelson Cadena é do período em que ele foi hippie. O vi na porta do Icba, no Corredor da Vitória, vendendo artesanato. Em lugar de sapatos, os pés estavam protegidos com ataduras. Sobre esse período, Cadena lançou, em 2004, o livro A Viagem. Uma crônica hippie dos anos 70, que é um retrato sem retoque da nossa geração e do seu trânsito pela Ilha de Itaparica. Passei a ter mais convívio com ele, ainda na década de 1970, quando o reencontrei na condição de funcionário de A Tarde, porta pela qual ingressou, suponho que estimulado pelo então diretor redator-chefe Jorge Calmon, no vasto mundo da história da mídia baiana. É dele, por exemplo, o livro 50 anos da Associação Baiana de Imprensa, publicado em 1980.

O colombiano Nelson Varón Cadena, que é baiano há quase 40 anos, não pedirá a ninguém o Título de Cidadão Baiano. Todavia, face à relevante obra desse sul-americano, eu peço o título para ele, porque já é bom tê-lo como baiano de fato, mas melhor será tê-lo como baiano legal.”

Na extensa bibliografia de Cadena estão os livros: em 1992, publicou o seu primeiro olhar sobre publicidade: 25 Anos da Melhor Propaganda Brasileira, obra levada ao público pela Editora Referência, de São Paulo.

Ampliou esse olhar em 2000 quando publicou pela mesma editora paulista o capa dura Brasil. 100 Anos de Propaganda. O livro traça um papel minucioso do negócio da propaganda no país, iniciando no ano de 1900 até 2000. Ilustrado por cerca de 380 fotos, com fotos, peças e campanhas mais marcantes além dos profissionais que mais se destacaram no mercado de comunicação.

Em 1999, ele publicou, numa homenagem ao aniversário da Cidade do Salvador, o seu 450 Anos de propaganda na Bahia - Copene Cultura e Arte Especial, 1998, obra, que como as demais, é farta e cuidadosamente ilustrada.

Antes havia lançado o Cronologia da Associação Baiana de Imprensa:1930-1980, Tudo que Você Precisa Saber para se Dar bem na Bahia, A viagem, uma crônica hippie dos anos 70.

Já realizou na última década mais de 200 palestras em faculdades de comunicação da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Minas Gerais para alunos de Jornalismo, Relações Públicas, Comunicação Integrada e Publicidade.

Em fevereiro de 2014, véspera do carnaval baiano, o pesquisador e jornalista Nelson lançou o livro História do Carnaval da Bahia – 130 Anos do Carnaval de Salvador. Lançada pela Editora Toriba, a obra que possui 280 páginas, registra as origens do carnaval da Bahia, os rituais de raízes que influenciaram no surgimento de blocos e batucadas, os primeiros bailes de máscaras, as músicas de época, o impacto da I e II Guerras Mundiais, entre outras histórias.

Cadena foi diretor da Associação Baiana do Mercado Publicitário, ABMP e vice-presidente regional da Abracomp (Associação Brasileira dos Colunistas de Marketing e Propaganda).

Pesquisador das áreas de comunicação e história da Bahia há mais de 30 anos, em 2014 segue com redator do Jornal Propmark, revista Propaganda, Jornal Correio (da Bahia), Revista Imprensa, Portal Imprensa e no site do Sinapro-Bahia. Idealizador e editor do maior site de pesquisa sobre comunicação do Brasil, seu almanaquedacomunicacao; além de diretor da ABC Mídia Comunicação Empresarial, Bahia, agência fundada em 2009. Mantém o blog ibahia-Memórias da Bahia.

 

 

Atualizado em fevereiro/2014 – Portal da Comunicação

Fontes:

http://www.ibahia.com/a/blogs/memoriasdabahia/

http://www.sinaprobahia.com.br/coluna_cadena.php 6/2/2014

/ http://sentinelasdaliberdade.blogspot.com.br/2009/07/o-almanaque-de-nelson-cadena.html  lulapt@svn.com.br

http://www.almanaquedacomunicacao.com.br/ e o blog correspondente

http://www.correio24horas.com.br/colunistas/nelson-cadena/

https://www.facebook.com/nelson.v.cadena/about

Informações iniciais extraídas do livro Jornalistas Brasileiros - Quem é Quem no Jornalismo de Economia (Mega Brasil/Call Comunicações, 2005).

http://www.abcmidiacom.com.br/quem-somos

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)