APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Orlando Pedrosa

Orlando Pedrosa

Atuou como repórter cinematográfico em diversos países amazônicos. Está desde 1994 na Rede Amazônica de Rádio e Televisão

Orlando Pedrosa Lima Júnior é graduado em Comunicação Social/Jornalismo, em 2002, e pós-graduado em Comunicação Empresarial, em 2003, pelo Centro Universitário Nílton Lins (AM).

Realizou trabalhos para a Rede Globo de Televisão e para o canal temático Amazon Sat. Possui experiência em produções televisivas realizadas em diversos países amazônicos como Bolívia, Colômbia, Venezuela, Equador, Peru e Guiana Francesa. É instrutor da Fundação Rede Amazônica nas disciplinas de Técnicas de Filmagem e Cinegrafia, para cursos de Locução, Apresentação e Produção de TV.

Está desde 1994 na Rede Amazônica de Rádio e Televisão (AM), atuando como repórter cinematográfico. Foi repórter cinematográfico e auxiliar de produção em vídeos institucionais para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em 2003. Atuou, entre agosto e outubro de 2003, como repórter cinematográfico no quadro Brasil Total, para o programa Fantástico da Rede Globo de Televisão. Em 2004 fez visitas técnicas para acompanhamento de produção de telenovelas no Projac – Projeto Jacarezinho, como é conhecida a Central Globo de Produção – por um período de 15 dias.

Cobriu a expedição do Instituto Militar de Engenharia do Exército (IME) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ao Pico da Neblina (AM), para experimentos com tecnologia de comunicação via satélite e também para nova medição oficial do ponto mais alto do Brasil, em julho de 2004. Fez a videoreportagem sobre os Caminhos de Orellana, expedição que saiu de Quito no Equador em direção a Belém do Pará, refazendo a rota histórica, em julho de 2006.

Venceu os seguintes prêmios de Jornalismo: Rei da Espanha 2003, pela série de reportagens Sem Fronteiras, como parte da equipe comandada pelo repórter Idenilson Perin para o Jornal Nacional da Rede Globo; Ayrton Senna de Jornalismo 2003, na categoria Televisão, com a série Grávidas, com o Dr. Dráuzio Varella, como parte da equipe comandada por Jennifer Skipp para o programa Fantástico da Rede Globo; Nilton Lins de Jornalismo 2005, na categoria Melhor Repórter Cinematográfico, com a reportagem Nova Medição do Pico da Neblina; Nilton Lins de Jornalismo 2006, na categoria Melhor Repórter Cinematográfico, com a reportagem BR-319 Engolida Pela Selva, e o Jornalistas&Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade 2011, na categoria Mídia Nacional/Imagem/Vídeo, pela videoreportagem Fungos da Amazônia, veiculada na TV Amazonas.


Atualizado em outubro de 2011.
Fonte:
Informações fornecidas pelo repórter cinematográfico.
http://www.jornalistasecia.com.br/edicoes/jornalistasecia818a.pdf

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)