APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Pedro Biondi

Pedro Biondi

Jornalista, escritor e blogueiro. Trabalhou na Veja São Paulo, Radiobrás-Agência Brasil com passagem no MinC. Desde 2011 é editor do portal Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e coordenador de conteúdo. É autor do livro 'Cheiro de Leoa', de prosa, e do blog homônimo de assuntos literários e diversos.

Pedro Biondi nasceu no dia 10 de fevereiro de 1976. É formado em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) de São Paulo (SP) desde 1997.

Antes de concluir o curso já fazia trabalhos freelances com a publicação de textos jornalísticos. Em 2000, ingressou na revista Veja São Paulo da Editora Abril, em São Paulo (SP), onde foi responsável por trabalhos de roteiro cultural e integrou a equipe de cobertura da editoria de Cidade.

Em seguida passou a atuar como assessor de comunicação do vereador Nabil Bonduki (PT) na Câmara Municipal de São Paulo e participou da construção do site do mandato, editou informativos e publicações diversas, assessorou o parlamentar no processo de relatoria e aprovação do Plano Diretor da cidade, além de outros temas nas áreas de urbanismo, moradia, cultura e juventude.

De 2005 a 2008 trabalhou na Radiobrás-Agência Brasil, atualmente administrava pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) na capital federal, e, no período foi editor de primeira página, coordenador de edição e atuou na sugestão e acompanhamento de pautas, além de ter publicado reportagens como enviado especial em duas coberturas em terras indígenas.

Em 2008 foi para Ministério da Cultura (MinC) como coordenador de conteúdo da assessoria de comunicação onde, por cerca de dois anos, foi responsável pelas publicações e a web da instituição pública, e pela revista Oito Anos de Cultura que tratava do balanço das gestões Gilberto Gil e Juca Ferreira. Durante o ano de 2009 acumulou suas atividades no MinC com assessoria ao secretário de Políticas Culturais, da época, com a elaboração de minutas e artigos, e suporte à equipe do Plano Nacional de Cultura (2008-9), além de participar da formulação de projetos.

Nesse período estreou o blog Cheiro de Leoa e passou a publicar seus textos, comentários e críticas sobre prosas, temas literários e diversos. Há três anos lançou ainda a Jequitibá Comunicações e Artes, em Brasília (DF), empresa especializada em serviços editoriais, onde atua como sócio-diretor em paralelo às outras atividades, e atua na elaboração de conteúdos de comunicação em geral.

Desde julho de 2011 integra a equipe de comunicação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em Brasília (DF), onde é o editor responsável do portal do Ministério e colabora com a revisão e publicação de conteúdo, formulação de pautas jornalísticas e, eventualmente, atua como repórter especial.

É autor do livro Cheiro de Leoa publicado em 2007 pela Editora Limiar, que reúne 20 contos em prosa contemporânea. Foi um dos finalistas do Prêmio Caixa de Jornalismo Social 2007, na categoria Web, com as reportagens Usinas do Rio Madeira: Problema ou Solução (como coordenador) e Terra Invadida (repórter).


 

Atualizado em agosto/2013 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

https://www.facebook.com/pedro.biondi.5?fref=ts

http://br.linkedin.com/pub/pedro-biondi/34/2a8/9a8

http://twitter.com/pedro_biondi

http://agenciact.mct.gov.br/index.php/content/view/347019.html

http://agenciabrasil.ebc.com.br/node/644

 

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)