APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Pedro Martinelli

Pedro Martinelli

Fotógrafo da grande imprensa durante vários anos, tem agora seu nome associado à Amazônia. É autor de seis livros e ganhador de um Prêmio Esso

Pedro Martinelli nasceu em Santo André no dia 1º de janeiro de 1950. O seu primeiro emprego, ainda menor de idade, foi como contato de publicidade na sucursal de Santo André do jornal Gazeta Esportiva. Para estimular as vendas, ele fazia uma foto da fachada da loja quando o anúncio era maior. Um domingo, dia de jogo de futebol, mudou o rumo da sua vida. O fotógrafo escalado para cobrir um jogo em São Carlos/SP faltou. Como sabiam que ele fotografava, foi chamado às pressas para fazer o serviço. Fez um belo trabalho e mudou de função.

Depois, foi trabalhar, como fotógrafo, no jornal Diário do Grande ABC, em Santo André. O sonho  de atuar em um grande jornal começou a se realizar quando arrumou emprego na sucursal paulista de O Globo. Foi radioescuta e, quando precisavam de um fotógrafo, ele fazia um serviço extra. A grande oportunidade surgiu quando o então presidente Médici veio a São Paulo inaugurar o Parque Anhembi. O jornal enviou um fotógrafo para a cobertura e ele foi como reforço. Uma menininha varou o cordão de isolamento, deu flores ao presidente, que retribuiu com um beijo. Só ele registrou a cena, que foi para a primeira página do jornal e lhe rendeu a promoção a fotógrafo.

Em 1970, cobriu a expedição de contato dos irmãos Villas Bôas com os índios gigantes, que estavam ameaçados em função da abertura da rodovia Cuiabá-Santarém. Esse trabalho durou três anos. Os seus registros se completaram 25 anos depois, quando reencontrou os remanescentes da tribo chamada Panará.

Também trabalhou na revista Veja, onde cobriu eventos importantes, como a guerra da Nicaragua, Copas do Mundo de futebol, Olimpíadas e eleições do papa. Durante onze anos, dirigiu todos os serviços fotográficos da Editora Abril, sendo responsável pelas produções realizadas no Estúdio Abril.

Em 1994, resolveu trabalhar de forma indepente e, desde então, se dedica à documentação da região amazônica. As suas fotos são veiculadas em jornais e revistas do Brasil e do mundo. É autor de seis livros, quatro deles sobre a Amazõnia. Em 2011 lançou uma coletânea do seu trabalho, o Martinelli, Pedro, onde estão fotos históricas como a de um homem se lançando do edifício Joelma em chamas, no centro de São Paulo.

 

 

 

Atualizado em Maio/2012 - Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://almanaquebrasil.com.br/personalidades-arte/7375-pedromartinelli.com.htm

http://www.pedromartinelli.com.br/blog/saiba-quem-e-pedro-martinelli.

http://www.pedromartinelli.com.br

http://pt.wikipedia.org.wiki/pedromartinelli

http://www.itaucultural.org.br/aplioxte?nas/enciclopedia-fh

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)