APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Pedro Venceslau

Pedro Venceslau

Repórter especial de Política do Estadão, assina o blog 'TV em série'. Cobriu o renascimento da imprensa no Timor Leste e uma das posses de Chávez na Venezuela. Antes foi repórter no Brasil Econômico, além de colunista.

Pedro Venceslau graduou-se em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), em 2001. Também cursou Ciências Sociais e participou de um curso da British Broadcasting Corporation (BBC), na Inglaterra.

Foi presidente do Centro Acadêmico Benevides Paixão, diretor da União da Juventude Socialista e fundador do jornal Ventilador – Manda que a gente espalha. Enquanto cursava a faculdade, foi o apresentador do programa Fatos & Focas, no Centro Universitário, junto com a jornalista Heloisa Gomyde, que hoje está na Globo News.

A carreira de Venceslau teve início, de fato, quando passou a ser estagiário de Esporte no extinto Notícias Populares (SP), no ano 2000. No fim daquele ano, transferiu-se para a revista Imprensa (SP), onde atuou como repórter, editor do online, editor-executivo e apresentador do programa Imprensa na TV, na AllTV. Nesse período, produziu reportagens especiais no Timor Leste – Nasce Uma Imprensa - e na Venezuela – Chávez, os fins e os meios.

Em 2008, foi contratado pelo jornal O Estado de S.Paulo (SP), onde atuou como repórter na coluna Direto da Fonte (Estadão), assinada por Sônia Racy. No jornal, realizou reportagens para as editorias Metrópole, Nacional, TV, Economia, Vida e TV Estadão.

Transferiu-se, em 2010, para o jornal Brasil Econômico. Cobriu as últimas eleições pela coluna Mosaico Eleitoral – que passou a se chamar simplesmente Mosaico após o pleito.

Participou também da TV Brasil Econômico, com crônicas diárias sobre política. Colaborou com o Jornalistas&Cia e com as revistas RG (SP), Fórum (SP), Nordeste (PB) e Brasileiros (SP), além de assinar uma coluna de humor no jornal Contato (SP), de propriedade de seu pai, em Taubaté.

O repórter passou a cobrir política nacional para o Estadão e deixou o jornal Brasil Econômico, em 2013.

Enviado especial do jornal O Estado de S.Paulo para cobertura da visita da Presidente Dilma Rousseff à Austrália em novembro de 2014. Cobriu no Catar (capital: Doha) a parada técnica da viagem da presidenta, onde ela se encontrou o emir do Catar, outras autoridades do país e visitou a Fundação de incentivo à, pesquisa, educação e cultura. Na ocasião Venceslau noticiou a repercussão do pedido de demissão da ministra Marta Suplicy e o oferecimento da presidente de ajuda ao Catar para a organização da Copa de 2022.

Comanda o blog que assina com o próprio nome desde janeiro de 2008 e se apresenta: “além de torcedor da lusa, é jornalista”, com notícias e bastidores da política nacional.

Pedro Venceslau, repórter especial de Política do Estadão, lançou em maio de 2015 o blog TV em série. “A ideia é falar sobre seriados – brasileiros e enlatados, reality shows e outros programas da tevê aberta e fechada”, disse a J&Cia. O blog ficará hospedado na página de Cultura do portal do Estadão, em que Pedro está desde 2013, em sua segunda passagem por lá. “Vou estrear com um texto chamado Crianças na panela de pressão, sobre as crianças que participam do reality Junior Master Chef, um programa em que crianças de oito anos disputam como se fossem adultos para ver quem cozinha mais rápido”. 

 

Atualizado em maio/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Jornalistas&Cia - Edição 998

Informações iniciais conferidas pelo jornalista em 2011.

http://blogdovenceslau.blogspot.com.br/

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,marta-so-externou-opiniao-ao-falar-sobre-economia-afirma-dilma,1591615

http://www.maxpressnet.com.br/Jornalista/Visualizar.aspx

http://portalimprensa.uol.com.br/colunistas/colunistas/imprensa12.shtml

http://pt-br.facebook.com/people/Pedro-Venceslau/1502267387

 

 

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)