APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Ricardo Noblat

Ricardo Noblat

Assina o 'blog do Noblat', é colunista do jornal O Globo e já exerceu cargos de chefia em importantes jornais e revistas do País. Foi 'Top 50' na eleição dos '+ Admirados Jornalistas Brasileiros' em 2014. Reeleito em 2015 no TOP 100, foi classificado para o TOP 10 da Regional Centro-oeste.

Ricardo José Delgado Noblat nasceu em Recife (PE) em 7 de agosto de 1949. Estudou Jornalismo na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap/PE), onde se formou em 1972.
 
Trabalhou como repórter dos jornais Diário de Pernambuco, Jornal do Commercio e das sucursais do Jornal do Brasil – onde obteve o primeiro emprego – e da revista Veja em Recife. Também foi chefe de redação da sucursal da revista Manchete. Chefiou a sucursal da revista Veja durante dois anos, em Salvador (BA), e depois foi editor-assistente da mesma revista, em São Paulo (SP).
 
Em Brasília (DF), desde 1982 foi editor regional da sucursal do Jornal do Brasil. Trabalhou novamente como repórter da sucursal de O Globo, em 1989, de onde foi chefiar a sucursal da revista IstoÉ.
 
Entre 1991 e 1992 trabalhou na campanha de José Eduardo dos Santos para a Presidência de Angola – o político já governava o país após o falecimento de Agostinho Neto (1922-1979), sem nunca ter sido eleito. De volta ao Brasil, Noblat assumiu, em 1994, a direção de redação do jornal Correio Braziliense, permanecendo no cargo até novembro de 2002. Foi responsável pela revolução gráfica e editorial da publicação.
 
Entre os meses de setembro de 2008 e setembro de 2009, manteve um contrato para pesquisa, produção e apresentação de um programa semanal para a rádio Senado. Foi ainda editor-chefe do Correio Braziliense e da sucursal do Jornal do Brasil, em Brasília.
 
Escreve uma coluna em O Globo todas as segundas-feiras. Mantém um dos mais visitados e respeitados blogs do Brasil, o Blog do Noblat, criado em março de 2004 no portal iG e depois hospedado nos portais Estadão.com e Globo.com. Graças à ele, recebeu dois prêmios Comunique-se, na categoria Jornalista Nacional/Blog, em 2009 e 2011. Em 2005, já ganhara o prêmio, na categoria Colunista de Notícia, por seu trabalho em O Globo. Venceu, ainda, o Prêmio Esso de Jornalismo 1976, categoria Regional (Norte-Nordeste), pela matéria Todos os caminhos levam a Juazeiro, publicada no Diário de Pernambuco.
 
É autor dos livros Céu dos Favoritos – O Brasil de Sarney a Collor (Rio Fundo, 1990), A Arte de Fazer um Jornal Diário (Contexto, 2002) e O Que É Ser Jornalista – Memórias Profissionais (Record, 2004).
 
Em março de 2004 criou o Blog do Noblat, hospedado no site do jornal O Globo. Hoje, ele escreve às segundas-feiras para o jornal O Globo.

Entre os meses de setembro de 2008 e setembro de 2009, o jornalista manteve um contrato para pesquisa, produção e apresentação de um programa semanal para a Rádio Senado.

É pai do jornalista André Noblat que lançou em outubro de 2015 a revista Traços. A publicação tem uma proposta inovadora – a de ressocialização de moradores de rua, que serão chamados de "porta-vozes da cultura".

Foi TOP 50 na eleição dos '+ Admirados Jornalistas Brasileiros', em 2014.  A votação é realizada por Jornalistas&Cia e Maxpress. Reeleito para o 'TOP 100' foi classificado para o 'TOP 10' da Regional Centro-oeste, da premiação, que reúne os principais jornalistas que atuam no cenário político nacional.

 

 

Atualizado em novembro/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Jornalistas&Cia - Edição 1028

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticia/revista-tracos-andre-noblat-rebeca-scatrut-em-busca-da-ressocializaca

http://noblat.oglobo.globo.com/perfil.html

 

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)