APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Roseli Tardelli

Roseli Tardelli

Primeira mulher a ancorar um radiojornal no Brasil. Fez parte do Roda Viva, na TV Cultura, inaugurando no programa a participação feminina. Passou também pela Política do jornal O Estado de S.Paulo e desde 2003 preside a Agência de Notícias da Aids

Roseli Tardelli nasceu em 1965. É jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero (SP) e fez mestrado em Jornalismo na Universidad de Las Ciências de La Información de Navarra (Espanha).

Foi apresentadora dos programas Opinião Nacional e Roda Viva na TV Cultura. Neste, foi a primeira mulher a apresentar o tradicional programa de entrevistas da televisão brasileira. Também foi pioneira ao ser a primeira mulher a ancorar um radiojornal, o Jornal Eldorado, na rádio Eldorado AM (SP), ligada ao grupo Estado. Ainda na emissora, criou e apresentou o programa Espaço Informal.

Passou a dedicar-se ao tema da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids) devido a um acontecimento familiar: a morte de seu irmão, o tradutor Sérgio Tardelli, falecido em 1994. A família entrou na Justiça contra o convênio médico, que recusou-se a atender o profissional. Este acontecimento foi notícia em alguns veículos de comunicação e tomou dimensões públicas.

Na década de 2000, desenvolveu projetos de prevenção e informação sobre a doença para empresas e prefeituras. Lançou, em maio de 2003, a Agência de Notícias da Aids, que divulga informações e dados sobre a pandemia. O serviço informativo é distribuído para as redações de todo o País através de uma homepage. Nela, profissionais de comunicação encontram artigos assinados por especialistas na área de Saúde, textos produzidos por portadores da doença, dados sobre a evolução da epidemia no mundo e os resultados das pesquisas feitas em vacinas no combate à doença*. Ainda em 2003, criou o Camarote Solidário, que arrecada, durante a Parada do Orgulho Gay de São Paulo, mantimentos e demais donativos para pessoas que vivem em casas de apoio voltadas para portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV).

Em agosto de 2009 levou a bem sucedida experiência brasileira a Moçambique, criando no país africano uma agência semelhante a brasileira, a Agência Sida (nos demais países lusófonos, a Aids é conhecida pela sigla em português, Sida).

Atuou como repórter de Política no jornal O Estado de S.Paulo. Fora do Jornalismo, é curadora de eventos culturais e educacionais, em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) de São Paulo.

Integra, desde novembro de 2012, o Conselho Consultivo do Ranking J&Cia – Os Mais Premiados Jornalistas Brasileiros.


Atualizado em outubro/2012 - Portal dos Jornalistas
Fonte:
Jornalistas&Cia - edição 866A - Finalistas do prêmio Jornalistas&Cia/HSBC

Em 2012, chegou a 1.200 o número de jornalistas, ativistas e integrantes da comunidade científica que recebem pautas atualizadas sobre o tema.

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)