APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Salomão Ésper

Salomão Ésper

Um dos mais antigos e tradicionais radialistas do Brasil, está desde 1962 na rádio Bandeirantes, onde participa do Jornal Gente desde 1978. Passou pelas rádios América e Cruzeiro do Sul

Salomão Ésper nasceu em Santa Rita do Passa Quatro (SP), no dia 26 de outubro de 1929. Além de radialista e jornalista, é advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, ligada à Universidade de São Paulo (USP/SP).

Iniciou a carreira na rádio Cruzeiro do Sul, em 1948, como locutor. Quatro anos depois, em 1952, foi para a rádio América, que pertencia ao grupo Bandeirantes, onde ocupou o cargo de superintendente por muitos anos. Na década de 1960, transferiu-se para a rádio Bandeirantes, onde foi locutor dos programas jornalísticos da emissora.

Em 1978, recebeu a incumbência de comandar, com José Paulo de Andrade e Joelmir Beting, o Jornal Gente, das rádios Bandeirantes AM/FM, que sucedeu a O Trabuco, programa jornalístico comandado por Vicente Leporace (1912-1978) de grande audiência na época. Graças à competência do trio, a missão de manter a audiência das 8 da manhã, de segunda a sábado, numa das principais rádios do Brasil, foi bem sucedida. Joelmir ficou um tempo fora da emissora, mas retornou em 2007, reeditando o trio inicial.

Em 2012, participou do projeto conjunto da rádio Bandeirantes e da Panda Books e gravou uma locução falando de sua paixão pelo rádio e pelo Sport Club Corinthians Paulista, que se transformou no CD que acompanha o audiolivro Futebol é com a Bandeirantes – Corinthians. Além da fala de Salomão, o CD traz vinhetas e trilhas que marcaram época nas jornadas esportivas. Edições distintas também foram feitas falando dos demais grandes clubes de futebol do Estado.

Como curiosidade, recusou, no final dos anos 1940, uma oferta para tornar-se apresentador da versão do Repórter Esso em São Paulo, que deixava a rádio Record e passava a ser transmitido pela rádio Tupi, por achar que, na capital paulista, o telejornal não tinha tanta projeção quanto a alcançada no Rio de Janeiro. A oportunidade foi aproveitada por Kalil Filho (1930-1970), que, depois, ganhou notoriedade por apresentar o jornal quando este se tornou televisivo, produzido pela TV Tupi, tornando-se, assim, o primeiro âncora da televisão brasileira.

É irmão do radialista Salomão Júnior. É membro da Academia Paulista de Jornalismo, desde 2005.

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)