APOIO

PUBLICIDADE

Veiculação Prêmio CNHI WEBER SHANDWICK Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Valéria Belém

Valéria Belém

Jornalista e escritora, edita os suplementos Almanaque e Campo do jornal O Popular (GO), trabalho premiado pela Society for News Design (SND), de Nova Iorque.

Valéria Barros Belém Dias assina Valéria Belém é carioca, nasceu no Rio de Janeiro, sua mãe é cearense e seu pai tocantinense, morou em São Paulo, Brasília e mora em Goiânia. Ela mesma explica essa conjunção de lugares: “Quando me perguntam de onde sou, respondo logo: de todos os lugares e de lugar nenhum, ou seja, uma típica brasileira, mistura total do Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste regiões que deixaram marcas e lembranças tão fortes em mim, que é claro, as histórias que conto estão recheadas delas”.

É jornalista, escritora e apaixonada pelo que faz. Edita os suplementos Almanaque e Campo do jornal O Popular (GO), trabalho premiado pela Society for News Design (SND), de Nova Iorque.

Apaixonada pelo que faz, a autora recebeu o título Jornalista Amiga da Criança pela Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi), com sede em Brasília.

O maior sonho Valéria Belém, ela mesma diz: “é tocar o coração daqueles que leem seus livros, assim como ela já foi tocada por vários autores”.

Escreveu vários livros, entre eles: Um dia sem cor Autor, da Editora Companhia Editora Nacional Ano, em 2007, que conta o “Era uma vez um homem diferente de todo mundo. Ele havia nascido sem cor. Por causa disso, foi pesquisar até conseguir retirar as cores do mundo!” E deixa no enredo a resposta à pergunta: “Será possível trazê-las de volta?”.

Eu não sou coelho, não!  Também de 2007, da coleção  Outras Histórias mostra uma personagem que fala pelos cotovelos e um dia, porém, ela decide ser diferente: fica caladinha, quietinha. E então aprende que cada um é do seu jeito. E não tem por que mudar!

Feita de pano é mais umas das histórias de Valéria, traz as ilustrações de Adriana Mendonça e também é da coleção Outras Histórias. Mostra que uma vida se faz a partir de momentos. A menina vira mulher e envelhece costurando partes de suas vivências que, no fim, resultam em uma linda colcha. Aproveita a evolução e brinca com os verbos (Companhia Editora Nacional, 2007).

Em 2011 autografou dois novos títulos A menina Balão e Os Homens Pula-pula editados pela Cia Editora Nacional, no 2º Salão do Livro Infantil e Juvenil de Goiás.

Ainda assina os livros Histórias de meninas e meninos, Histórias de Páscoa, Janela de Papel e Cabelo de Lele, este de 2012.

 

 

Atualizado em junho/2013 - Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.skoob.com.br/livro/32813

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=2081059&sid=89602017010102612861875532&k5=4FE7C00&uid=

http://escritoresinfantisgoias.arteblog.com.br/233342/Valeria-Belem/

http://www.livrolivre.art.br/?q=livro/valeria-belem/um-dia-sem-cor/4365

http://www.editoraibep.com.br/ibep2010/htdocs/script/fBusca.asp?colecao=21&pag=1

Fiat_Institucional
Arama
Curso para Jornalistas
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)