APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

Vladimir Pinheiro Safatle

Vladimir Pinheiro Safatle

Chileno, filósofo e professor universitário, ficou conhecido do grande público sobretudo por sua atividade como colunista no jornal Folha de S.Paulo. Escreveu também para a Carta Capital e é frequentemente comentarista em telejornais ou convidado do programa Roda Viva.

Vladimir Pinheiro Safatle nasceu em Santiago do Chile, em 03 de junho de 1973. Chegou no Brasil ainda criança, com a família. Morou primeiramente em Brasília e, a partir de 1987, em Goiânia, quando seu pai assumiu o cargo de Secretário do Planejamento no governo de Goiás.

No Brasil desenvolveu um significativo histórico acadêmico. Em 1991, quando mudou-se para São Paulo, onde iniciou seus estudos universitários. Graduou-se em 1994 simultaneamente em dois bacharelados: Filosofia, pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH - USP) e Comunicação social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Em1997, concluiu mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo e sob a orientação do professor Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior, defendeu a tese O amor pela superfície: Jacques Lacan e o aparecimento do sujeito descentrado.

Tirou em 2002 o doutorado em Lieux et transformations de la philosophie – [Espaços e transformações da filosofia] Université de Paris VIII, França. Com a tese La passion du négatif: modes de subjectivation et dialectique dans la clinique lacanienne, [A paixão do negativo: modos de subjetivação e dialética na clínica lacaniana]. Teve como orientador, Alain Badiou. O trabalho foi publicado em 2006 pela editora UNESP.

Em 2009 concluiu a Livre-docência pela Universidade de São Paulo com o título: Grande Hotel Abgrund.

Desde 2003, Vladimir Safatle é professor no Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo, tendo sido professor visitante das universidades Paris VII e Paris VIII e responsável por um seminário no College International de Philosophieo, também em Paris.

Desenvolve pesquisas nas áreas de epistemologia da psicanálise, filosofia da música e desdobramentos da tradição dialética hegeliana na filosofia do século XX. É um dos coordenadores da Sociedade Internacional de Psicanálise e Filosofia.

Colunista da Carta capital; desde 2011, é colunista semanal do jornal Folha de S. Paulo, escreve às terças na Página A2 da versão impressa e na versão online.

Vladimir Safatle apresenta-se constantemente como comentarista em telejornais ou como convidado do programa Roda Viva, e ministrou aulas públicas em eventos como Ocupa Sampa e Ocupa Salvador.

Tem um extensa bibliografia, como autor o filósofo tem mais de doze livros publicados, e vários outros em coautoria, dentre os quais se destacam: o primeiro lançamento de 2003, Um limite tenso: Lacan entre a filosofia e a psicanálise. São Paulo: Editora Unesp.

Fruto da tese de doutorado A paixão do negativo: Lacan e a dialética foi lançado em 2006 pela editora Unesp.

O Cinismo e falência da crítica que lançou em 2008, pela editora Boitempo discute um termo genérico e aparentemente pouco preciso – cinismo – e é o ponto de partida do autor.

Em 2010 veio a obra O que resta da ditadura: a exceção brasileira, pela editora Boitempo, que trata da importância do passado no processo histórico brasileiro e que determinará o futuro.

O livro A esquerda que não teme dizer seu nome, da editora Três Estrelas, de 2012, lança um desafio político: reafirmar os princípios que orientam historicamente o pensamento da esquerda e da direita. 

O Dever e seus impasses - Neste volume, Vladimir Safatle discute a gênese do conceito de dever na filosofia moderna focando, para isto, em problemas ligados ao desenvolvimento da noção de autonomia.  Martins Fontes 2013

A vasta bibliografia de Vladimir está cadastrada na ‘Linha do tempo’ deste perfil.

Filho dos ex-guerrilheiros Fernando Safatle e Ilmeide Tavares Pinheiro, participantes da luta armada pela Aliança Libertadora Nacional, emigraram para o Brasil em virtude da ascensão de Augusto Pinochet ao poder, quando Vladimir tinha poucos meses de vida.

 

 

 

Atualizado em dezembro/2013 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://filosofia.fflch.usp.br/docentes/safatle

https://www.facebook.com/pages/Vladimir-Safatle/342239579123907?id=342239579123907&sk=info

http://revolucoes.org.br/v1/seminario/vladimir-safatle

http://www.travessa.com.br/Vladimir_Safatle/autor/EF8ABF95-E55F-4B63-95D9-C40B5DE2DDC0

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)