APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160
Portal dos Jornalistas

Memórias da Redação

    11.01.12 - Memórias da Redação – O conselho de Vicente Leporace

    O conselho de Vicente Leporace

     A história desta semana é de Sandro Villar (sandro.villar@hotmail.com), também radialista e, segundo o próprio, “um eterno aprendiz (se o Calendário Maia estiver certo, não vou aprender nunca). De vez em quando, quando baixa o santo, escrevo crônicas de humor, sendo que cem delas estão no livro As 100 Melhores Crônicas de Humor de SV". Trabalhou na TV Cultura e em quase todas as rádios AM de São Paulo. Desde 2007, é correspondente do Estadão em Presidente Prudente e garante que é correspondido.

    O dono de um jornal de uma cidade do interior paulista ficou mais triste que político sem mandato depois de constatar uma queda brutal na circulação. O jornal ia de mal a mal mesmo, pior que o Ibope do Obama. Como naquela época ainda não havia o SEBRAE, ele decidiu pedir conselhos a um jornalista tarimbado para tentar tirar o jornal do buraco. Escreveu uma carta a Vicente Leporace, apresentador do antológico programa O Trabuco na Rádio Bandeirantes, onde trabalhou nas décadas de 1960 e 70. Leporace, que também foi ator e atuou em dois filmes do Mazzaroppi – Sai da frente e Nadando em dinheiro –, era ouvidíssimo, principalmente em São Paulo.

    Durante uma hora, Leporace, com sua voz tonitruante, comentava as notícias dos jornais ou, como dizia a vinheta do programa, "dava um tiro nos assuntos nacionais", ora com grossa, ora com fina ironia. Um de seus alvos prediletos era o então ministro do Planeja Aumento, quer dizer, Planejamento, Roberto Campos, que os jornalistas não amestrados chamavam de Bob Fields. Eles protagonizaram um arranca-rabo no ar e, salvo engano, Leporace teve dificuldades ao tentar encostar o ministro na parede.

    Mas do que é que eu falava mesmo? Devo confessar que na estreia, aqui, estou mais perdido do que a oposição no Brasil ou, se me permitem outro exemplo comparativo, estou mais perdido do que o time do Santos no jogo contra o Barcelona. Ah, sim, já me lembrei: o degas (essa é nova) aqui falava do dono do jornal que escreveu uma carta a Leporace narrando seu drama financeiro tintim por tintim ou tantã por tantã, como disse um locutor de FM. Como foi dito, ele resolveu se aconselhar com o apresentador de O Trabuco, que leu a carta no ar. "O que devo fazer para aumentar a circulação, seu Leporace?", perguntou. Ao que Leporace, após dar uma pigarreada, aconselhou: "Faça um jornal redondo".E mais não disse nem lhe foi perguntado.

     

     

     

    Por: Sandro Villar
    Foto: Mario Cesar

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)